Macau cancela quarentena para pessoas oriundas de cidade chinesa de Qingdao

Macau anunciou o fim da quarentena de 14 dias para quem tenha estado em Qingdao, no leste da China, nos 14 dias anteriores à entrada no território.

Macau cancela quarentena para pessoas oriundas de cidade chinesa de Qingdao

Macau cancela quarentena para pessoas oriundas de cidade chinesa de Qingdao

Macau anunciou o fim da quarentena de 14 dias para quem tenha estado em Qingdao, no leste da China, nos 14 dias anteriores à entrada no território.

A decisão foi tomada por o último caso de covid-19 foi identificado naquela cidade portuária ter ocorrido há mais de duas semanas.

A partir das 12:00 (04:00 em Lisboa) de 29 de outubro, o Centro de Coordenação do Novo Tipo de Coronavírus “irá pôr termo à exigência das medidas da observação médica por 14 dias aos indivíduos que nos 14 dias anteriores à entrada em Macau tenham estado na cidade de Qingdao, tendo em conta que o último caso detetado naquela cidade da província de Shandong” foi em 13 de outubro, de acordo com um comunicado.

As autoridades de Macau salientaram a realização de “forma abrangente” de testes de ácido nucléico em toda a cidade de Qingdao, sem que tenha sido detetado “nenhum novo caso local fora do hospital pneumológico da cidade”, onde foi identificado o surto em 11 de outubro, indicaram na mesma nota.

Por outro lado, “já foi anunciado que toda aquela cidade é, agora, considerada uma área de baixo risco”, acrescentaram.

A quarentena obrigatória de 14 dias tinha sido imposta pelas autoridades sanitárias de Macau a partir das 00:00 (16:00 do dia anterior em Lisboa) de 13 de outubro.

Macau foi dos primeiros territórios a ser atingido pela pandemia, tendo registado 46 casos. Atualmente, não tem nenhum caso ativo.

EJ // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS