Internamento por covid-19 com menos mil pessoas em apenas três dias

Mais de mil pessoas com covid-19 saíram do internamento hospitalar nos últimos três dias, estando hoje hospitalizados 3.819 doentes, dos quais 688 em unidades de cuidados intensivos.

Internamento por covid-19 com menos mil pessoas em apenas três dias

Internamento por covid-19 com menos mil pessoas em apenas três dias

Mais de mil pessoas com covid-19 saíram do internamento hospitalar nos últimos três dias, estando hoje hospitalizados 3.819 doentes, dos quais 688 em unidades de cuidados intensivos.

O número de internamentos por covid-19 hoje é o mais baixo desde 11 de janeiro, quando se registavam 3.983 casos. Nos últimos três dias, saíram do internamento 1.013 doentes, dos quais 96 das unidades de cuidados intensivos. Esta descida do número de internamentos, mais acentuada em enfermaria e com menos expressão nos cuidados intensivos, tem vindo a ser sentida diariamente desde o dia 02 de fevereiro.

Internamento a cair desde 11.º dia de confinamento geral

Depois de um crescimento exponencial em janeiro, os números começaram a abrandar em fevereiro, 11 dias depois do confinamento geral decretado pelo Governo, a 21 de janeiro. De acordo com dados da Direção-Geral da Saúde pedidos pela agência Lusa, 10,11% dos doentes em enfermaria são transferidos para as UCI onde a taxa de sobrevivência é de 70,72%.

Tempo médio de internamento entre 12 a 17 dias

O tempo de internamento médio em Unidades de Cuidados Intensivos, entre março e maio de 2020, foi de 12 a17 dias e o tempo de internamento médio em enfermaria, no mesmo período, foi de 14,32 dias. Em dezembro, os doentes covid-19 estiveram, em média, 12 dias internados em enfermaria e 10.8 dias em UCI.

LEIA AGORA
A China ocultou informação sobre os primeiros casos de covid-19 há um ano, o que favoreceu os contágios, e fê-lo novamente na recente missão da Organização Mundial de Saúde a Wuhan, denunciou hoje a Human Rights Watch.
China ocultou informação à OMS na recente missão a Wuhan
A China ocultou informação sobre os primeiros casos de covid-19 há um ano, o que favoreceu os contágios, e fê-lo novamente na recente missão da Organização Mundial de Saúde a Wuhan, denunciou hoje a Human Rights Watch. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS