Instituto Nacional de Sangue angolano recebe diariamente mais de 30 solicitações

O Instituto Nacional de Sangue tem diariamente mais de 30 solicitações, que não consegue atender devido ao reduzido número de dadores, informaram hoje as autoridades sanitárias angolanas.

Instituto Nacional de Sangue angolano recebe diariamente mais de 30 solicitações

Instituto Nacional de Sangue angolano recebe diariamente mais de 30 solicitações

O Instituto Nacional de Sangue tem diariamente mais de 30 solicitações, que não consegue atender devido ao reduzido número de dadores, informaram hoje as autoridades sanitárias angolanas.

Segundo o secretário de Estado para a Área Hospitalar, Leonardo Europeu, que falava no âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, que hoje se assinala, a maior parte das pessoas necessitadas de transfusões recebem sangue dos seus familiares.

O governante disse que a Organização Mundial de Saúde recomenda que se atinja a meta de 300.000 dadores voluntários por ano, apelando à sociedade para que doem sangue para garantir a sua existência contínua nas unidades sanitárias, reduzindo o tempo de espera “desta preciosa gota e melhorar o atendimento ao utente e à sua família”.

“Carecemos de 89% de dadores para que tenhamos as nossas reservas de sangue garantidas a nível do Instituto Nacional de Sangue”, referiu Leonardo Europeu.

A diretora do Instituto Nacional de Sangue, Deodeth Machado, informou que, de janeiro a maio deste ano, foram doados 40.782 bolsas de sangue, tendo sido os principais dadores como habitualmente ocorre familiares dos doentes.

“Estamos a braços com um surto de anemia em consequência da malária e nós muitas vezes não conseguimos atender imediatamente as situações, infelizmente, a ciência ainda não conseguiu produzir algo que se assemelha ao sangue”, disse Deodeth Machado.

NME // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS