Iniciativa tem 6,7 ME para levar energia a locais remotos de Moçambique

Uma iniciativa de apoio à produção de energia “verde”, que respeite o ambiente, em zonas rurais, tem disponíveis 6,7 milhões de euros para financiar projetos em Moçambique, anunciou a organização do Beyond the Grid Fund for África (BGFA).

Iniciativa tem 6,7 ME para levar energia a locais remotos de Moçambique

Iniciativa tem 6,7 ME para levar energia a locais remotos de Moçambique

Uma iniciativa de apoio à produção de energia “verde”, que respeite o ambiente, em zonas rurais, tem disponíveis 6,7 milhões de euros para financiar projetos em Moçambique, anunciou a organização do Beyond the Grid Fund for África (BGFA).

“A fase de financiamento foi preparada em cooperação com o Fundo de Energia de Moçambique (Funae)” para “criação de fontes de energia alternativas à rede pública (‘off-grid’)” em áreas remotas, nos próximos quatro anos, lê-se em comunicado consultado hoje pela Lusa.

O objetivo é acelerar a prestação de serviços de energia através de pequenas redes em zonas onde o serviço público não chega. 

Para já, decorre a fase de pré-qualificação para verificar se as empresas de energia “fora da rede” interessadas respondem aos principais critérios de elegibilidade. 

“O sistema de admissão será encerrado em 29 de março, prevendo-se a conclusão do processo de candidatura até final de agosto”, acrescenta.

A iniciativa BGFA foi criada pela Nordic Environment Finance Corporation (NEFCO) em 2019, sob a orientação do Governo sueco, com o objetivo de incentivar o setor privado a fornecer serviços de energia sustentáveis em áreas remotas da África subsaariana. 

O Governo moçambicano pretende atingir dois milhões de novas ligações até 2024, beneficiando mais de 10 milhões de pessoas, elevando de 34% para 64% a população (30 milhões de habitantes) com energia em casa.

LFO // VM

Lusa/Fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS