Inger Andersen eleita para segundo mandato na direção de agência ambiental da ONU

As Nações Unidas elegeram hoje a dinamarquesa Inger Andersen para um segundo mandato de quatro anos como diretora executiva do Programa Ambiental da Organização, após derrotar uma resolução patrocinada pela Rússia que abriria o cargo a outros candidatos.

Inger Andersen eleita para segundo mandato na direção de agência ambiental da ONU

Inger Andersen eleita para segundo mandato na direção de agência ambiental da ONU

As Nações Unidas elegeram hoje a dinamarquesa Inger Andersen para um segundo mandato de quatro anos como diretora executiva do Programa Ambiental da Organização, após derrotar uma resolução patrocinada pela Rússia que abriria o cargo a outros candidatos.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, enviou uma nota aos 193 membros da Assembleia-Geral em 09 de janeiro, indicando Andersen à reeleição.

Quatro dias depois, a Rússia fez circular um projeto que exigiria que Guterres “apresentasse candidatos para o cargo de diretor executivo”.

A Assembleia derrotou a proposta russa e, em seguida, realizou uma votação secreta para a nomeação de Andersen, aprovando-a com 136 votos a favor, zero contra e 31 abstenções.

A decisão estende a sua liderança da agência ambiental da ONU, com sede em Nairóbi, no Quénia, de 15 de junho de 2023 a 14 de junho de 2027.

Antes de assumir o comando do programa em junho de 2019, Andersen foi diretora-geral da União Internacional para a Conservação da Natureza, por quatro anos.

Anteriormente, a dinamarquesa já havia passado 15 anos no Banco Mundial, inclusive como vice-presidente da região do Médio Oriente e Norte da África.

MYMM // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS