Infarmed suspende venda de dois lotes do medicamento Champix

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) determinou a “suspensão imediata” da comercialização de dois lotes do medicamento para ajudar a parar de fumar Champix, por terem sido detetados valores elevados de uma impureza.

Infarmed suspende venda de dois lotes do medicamento Champix

Infarmed suspende venda de dois lotes do medicamento Champix

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) determinou a “suspensão imediata” da comercialização de dois lotes do medicamento para ajudar a parar de fumar Champix, por terem sido detetados valores elevados de uma impureza.

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) determinou a “suspensão imediata” da comercialização de dois lotes do medicamento para ajudar a parar de fumar Champix, por terem sido detetados valores elevados de uma impureza. Em causa estão os lotes n.º 00019064 e n.º 00020016, ambos com a validade de 30 de setembro de 2021, do medicamento Champix (0,5 mg) + (1 mg), comprimido revestidos por película com o número de registo 5557301, refere o Infarmed numa circular informativa publicada no seu ‘site’.

A empresa Laboratórios Pfizer, que informou que irá proceder à recolha voluntária destes lotes, confirmou que foi detetada a presença da impureza N-nitroso-vareniclina acima do limite de ingestão diária aceitável calculado pela Pfizer de 733 nanograma (ng)/dia. Assim, o Infarmed determinou “a suspensão imediata” da comercialização destes lotes do medicamento e alerta as entidades que os tenham em ‘stock’ para não os vender, dispensar ou administrar, devendo proceder à sua devolução.

Aconselha ainda os doentes que estejam a utilizar medicamentos pertencentes a estes lotes a não interromper o tratamento, mas para contactarem “logo que possível” o médico para substituir por outro lote ou um medicamento alternativo.

LEIA AINDA
Covid-19: Já há 40 concelhos acima dos 120 casos por 100 mil habitantes
Covid-19: Estranho caso de infeção durante 218 dias gera preocupação
Um grupo de cientistas brasileiros estuda um caso de infeção pelo novo coronavírus que durou pelo menos 218 dias, período em que o vírus se replicou e até sofreu mutação, anunciaram fontes académicas na quarta-feira. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS