Infarmed suspende venda de dois lotes do fármaco Pantoprazol

A Autoridade Nacional do Medicamento determinou hoje a “suspensão imediata” da comercialização de dois lotes do medicamento Pantoprazol, utilizado no tratamento de problemas de estômago como gastrite ou úlcera gástrica.

Infarmed suspende venda de dois lotes do fármaco Pantoprazol

Infarmed suspende venda de dois lotes do fármaco Pantoprazol

A Autoridade Nacional do Medicamento determinou hoje a “suspensão imediata” da comercialização de dois lotes do medicamento Pantoprazol, utilizado no tratamento de problemas de estômago como gastrite ou úlcera gástrica.

Um dos lotes é do Pantoprazol Zentiva, comprimido gastrorresistente, e o outro é do Pantoprazol Hikma, pó para solução injetável, segundo duas circulares informativas publicadas no ‘site’ do Infarmed.

“A empresa Zentiva Portugal Lda., irá proceder à recolha voluntária do lote n.º AR0528, com a validade 06/2023, do medicamento Pantoprazol Zentiva, Pantoprazol 40 mg, comprimido gastrorresistente, com o número de registo 5101019, por ter sido detetado, no decorrer de um estudo de estabilidade, um resultado fora de especificação para o parâmetro dissolução”, adianta a autoridade do medicamento.

O alerta sobre o lote do medicamento Pantoprazol Hikma, 40 mg, 2010174.1, com a validade 12/2022, surge na sequência de o titular de autorização de introdução no mercado (AIM), a Hikma Farmacêutica (Portugal), estar a proceder à recolha voluntária do lote afetado deste medicamento.

O medicamento está a ser retirado “na sequência de defeito de qualidade relativo à existência de um frasco rotulado como “Aciclovir Hikma 250 mg” no acondicionamento secundário do medicamento Pantoprazol Hikma, 40 mg, pó para solução injetável”, adianta o Infarmed.

A autoridade do medicamento apela às entidades que possuam estes lotes de medicamento em ‘stock’ para que não os vendam, dispensem ou administrem, devendo proceder à sua devolução.

O Infarmed ainda aos doentes que estejam a utilizar medicamentos pertencentes a este lote para não interromper o tratamento e para que, “logo que possível”, contactem o médico para substituir por outro lote ou medicamento alternativo.

HN // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS