Infarmed analisa protetores solares e garante que são seguros

O Infarmed analisou os protetores solares que estão à venda em Portugal e concluiu que são seguros.

Infarmed analisa protetores solares e garante que são seguros

Infarmed analisa protetores solares e garante que são seguros

O Infarmed analisou os protetores solares que estão à venda em Portugal e concluiu que são seguros.

O Infarmed realizou 245 ensaios para analisar os 35 tipos de protetores solares existentes à venda em Portugal, todos com fator de proteção entre 30 e 50+. As amostras foram recolhidas entre os meses de maio e junho de 2019 em diversos pontos do país, entre os quais estão farmácias e supermercados.

Segundo o Infarmed, a análise feita comprovou não só a determinação do fator de proteção in vitro, mas também a qualidade microbiológica de cada um. A maioria das marcas que foi testada tinha origem na União Europeia, sendo que os restantes eram provenientes dos Estados Unidos e do Brasil.

Foram analisados produtos de várias marcas

Assim, o estudo concluiu que «do ponto de vista da qualidade e segurança, os 35 protetores solares encontram-se em conformidade, considerando a legislação em vigor e os métodos implementados». Entre as marcas analisadas pelo Infarmed estão produtos da Nivea, Piz Buin, Vichy,  Eucerin e  Isdin.

O Infarmed verificou ainda que 6 dos protetores não incluem no seu rótulo a tradução para língua portuguesa, conforme é recomendado. No entanto, a Autoridade Nacional do Medicamento sublinha que «não foi verificada nenhuma não conformidade crítica que pudesse conduzir à necessidade de adoção de medidas corretivas ou restritivas, nomeadamente a recolha de produtos do mercado».

LEIA MAIS

As quatro partes do corpo que não deve lavar com frequência

Afinal, devemos dormir com fome ou comer antes de deitar?

Previsão do tempo para sábado, 27 de julho

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS