Indústria transformadora da China mostra forte contração em dezembro

A indústria transformadora chinesa contraiu-se fortemente, em dezembro, pelo terceiro mês consecutivo, apesar do fim das restrições contra a covid-19, indicam dados oficiais divulgados pelo Gabinete de Estatística da China.

Indústria transformadora da China mostra forte contração em dezembro

Indústria transformadora da China mostra forte contração em dezembro

A indústria transformadora chinesa contraiu-se fortemente, em dezembro, pelo terceiro mês consecutivo, apesar do fim das restrições contra a covid-19, indicam dados oficiais divulgados pelo Gabinete de Estatística da China.

Pequim levantou, em 07 de dezembro, quase todas as medidas em vigor de prevenção e controlo da covid-19, numa política que isolou o país do mundo.

O índice do gestor de compras (PMI), importante indicador da evolução da segunda maior economia mundial, fixou-se em 47 no último mês deste ano contra 48 em novembro.

Neste indicador, uma marca acima do limiar de 50 unidades implica crescimento e abaixo dele, contração.

O declínio ultrapassou o previsto pelos analistas, entre os quais a previsão mais generalizada foi de cerca de 48 pontos.

Assim, o PMI registou uma queda em oito dos 12 meses de 2022, um ano marcado pelas rigorosas medidas contra a covid-19, agora quase todas retiradas.

Zhao Qinghe, do Gabinete de Estatística chinês, explicou que a pandemia tinha tido “um grande impacto” na produção e na procura das empresas em dezembro, acrescentando que 56,3% das empresas inquiridas disseram ter sido “muito afetadas” pela onda de infeções.

O PMI composto, que combina o desempenho dos setores de fabrico e não fabrico, caiu 4,5 pontos para 42,6, o que Zhao disse indicar que “a produção global e as atividades operacionais das empresas chinesas abrandaram”.

O Governo chinês anunciou, no início deste mês, que estavam criadas as condições para o país ajustar os protocolos sanitários a uma “nova situação” em que o vírus está a causar menos mortes.

EJ // EJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS