Incêndios: Militares patrulham áras florestais mais sensíveis até 30 de setembro

Este patrulhamento é feito ao abrigo de um protocolo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), designado FAUNUS, assinado em 2017.

Incêndios: Militares patrulham áras florestais mais sensíveis até 30 de setembro

Incêndios: Militares patrulham áras florestais mais sensíveis até 30 de setembro

Este patrulhamento é feito ao abrigo de um protocolo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), designado FAUNUS, assinado em 2017.

Lisboa, 01 jul 2019 (Lusa) — As Forças Armadas começaram hoje a patrulhar as áreas mais sensíveis da floresta e sensibilizar a população para a prevenção dos fogos, informou o Estado-Maior-General, em comunicado colocado no seu sítio na internet.

O EMGFA adiantou que nestas ações vão estar empenhados 132 militares, divididos em 44 patrulhas (12 da Marinha e 32 do Exército) de três militares cada.

O patrulhamento vai ser feito em 15 distritos de Portugal Continental, nos quais o ICNF tem responsabilidade, para o que disponibilizou 44 viaturas.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS