Incêndio fora de controlo perto do Parque Nacional de Yosemite na Califórnia

O incêndio florestal que deflagrou na sexta-feira perto do Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, estava hoje fora de controlo, informou o departamento de florestas do estado norte-americano.

Incêndio fora de controlo perto do Parque Nacional de Yosemite na Califórnia

Incêndio fora de controlo perto do Parque Nacional de Yosemite na Califórnia

O incêndio florestal que deflagrou na sexta-feira perto do Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, estava hoje fora de controlo, informou o departamento de florestas do estado norte-americano.

Os cerca de 2.000 bombeiros envolvidos no combate às chamas, juntamente com vários meios aéreos e terrestres, estão a enfrentar dificuldades devido às condições do terreno e às temperaturas elevadas, adiantou o Departamento de Florestas e Proteção contra Incêndios (Cal Fire) em comunicado.

“Hoje, o clima deve permanecer quente com humidade mínima entre 5% e 10%, o que dificultará os esforços de combate ao incêndio”, adiantou o departamento, que já classificou este fogo florestal como um dos maiores do ano na Califórnia.

O incêndio deflagrou na sexta-feira a sudoeste do parque, perto da cidade de Midpines, no condado de Mariposa, e autoridades descreveram um cenário de “fogo explosivo” no sábado, quando as chamas atingiram a vegetação seca causada pela pior seca nas últimas décadas.

Perante isso, foram emitidas ordens de evacuação para mais de 6.000 pessoas que vivem numa extensão de vários quilómetros no sopé da Sierra Nevada e o governador Gavin Newsom decretou o estado de emergência para o condado de Mariposa.

As chamas destruíram pelo menos 10 estruturas residenciais e comerciais e danificaram outras cinco, disse o Cal Fire, avançando ainda que várias estradas foram encerradas, incluindo a State Route 140 entre Carstens Road e Allred Road — uma das principais vias de acesso ao Yosemite.

A Califórnia tem sofrido incêndios cada vez maiores e mais mortais nos últimos anos, uma vez que as alterações climáticas tornaram o Ocidente muito mais quente e seco nos últimos 30 anos.

Os cientistas afirmaram que o tempo continuará a ser mais extremo e os incêndios florestais mais frequentes, destrutivos e imprevisíveis.

PC (FP) // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS