Homem 'manda' beijos à mãe da vítima que matou à facada

Homem ‘manda’ beijos à mãe da vítima que matou à facada

João Pedroso matou o filho de Maria Leonilde e, após conhecida a sentença, enviou beijo à mãe da vítima.
Após saber da condenação do homicida do seu filho, Maria Leonilde saiu da sala de audiências no Campus de Justiça mostrando o seu desagrado com a pena de 11 anos e meio aplicada a João Pedroso.
À saída, Leonilde cruzou-se com o criminoso e este fez com a boca o envio de um beijo. A mãe, visivelmente alterada, reagiu  e gritou «Estás a mandar-me beijos, assassino?», levando a que o ambiente se tornasse pesado e tendo até obrigado a Polícia de Segurança Pública a acalmar os ânimos.

Pena aplicada reduzida

Miguel Ângelo, filho de Maria Leonilde, foi assassinado na noite de 21 de outubro de 2017 com uma facada nas costas durante uma luta à porta de uma discoteca em Santos, tendo os desacatos começados ainda no interior da mesma.

Em julgamento ficou provado que João Pedroso disferiu a facada fatal e, apesar do silêncio do arguido ao longo do processo, acabou por ser condenado. Porém, o tribunal não deu como provado que a vítima tenha caído logo a seguir ao ataque e que ainda tenha sido agredida após o esfaqueamento, tendo assim substituído a qualificação do crime de homicídio qualificado para simples.

O Ministério Público tinha pedido para ser aplicada uma pena não inferior a 14 anos para o homicida, mas o colectivo de juízes decidiu-se por uma pena de homicídio simples, que pode ir de oito a dezasseis anos.

João Pedroso, que à data da crime era monitor num jardim de infância em Benfica, ouviu de forma tranquila a sua sentença e foi ainda informado que terá que pagar 76 mil euros de indemnização à família de Miguel Ângelo.

Família da vítima vai recorrer

Familiares e amigos de Miguel Ângelo mostraram-se desagradados e revoltados com a pena aplicada ao homicida e tiveram de ser escoltados para fora do Campus, pela PSP.

 O advogado da família do jovem que estava prestes a completar 21 anos quando foi morto vai agora recorrer da sentença.

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS