Homem que raptou e violou criança no Seixal condenado a 12 anos de prisão

Tribunal de Almada condenou a 12 anos de prisão o homem que raptou e violou uma criança no Seixal.

Homem que raptou e violou criança no Seixal condenado a 12 anos de prisão

Homem que raptou e violou criança no Seixal condenado a 12 anos de prisão

Tribunal de Almada condenou a 12 anos de prisão o homem que raptou e violou uma criança no Seixal.

O Tribunal de Almada condenou esta quarta-feira, 13 de março, a 12 anos de prisão o homem que raptou e violou uma criança no Seixal, no distrito de Setúbal, em setembro do ano passado.

Na leitura do acórdão, que decorreu no Tribunal de Almada, no distrito de Setúbal, o juiz condenou Virgílio Mendonça a uma pena única de 12 anos de prisão, uma pena acessória de dez anos de proibição do exercício de funções que envolva o contacto com menores e uma indemnização de 30 mil euros à mãe da criança.

Homem estava acusado de dois crimes de abuso sexual e um rapto

O arguido, de 39 anos, que raptou e violou uma menina de 7 anos na Amora, no concelho do Seixal, estava acusado de dois crimes de abuso sexual de crianças e um de rapto.
Na audiência, o tribunal decretou seis anos de prisão para cada um dos crimes de violação e cinco anos de prisão para o crime de rapto.

No entanto, em cúmulo jurídico, o arguido foi condenado com a pena única de 12 anos de prisão.

LEIA MAIS
Julen: Pai de menino que caiu no poço com medo de deixar a mulher sozinha
Previsão do tempo para quinta-feira, 14 de março

Impala Instagram


RELACIONADOS