Governo e Ordem dos Enfermeiros reatam relações institucionais

O Ministério da Saúde retomou as relações institucionais com a Ordem dos Enfermeiros, tendo hoje decorrido uma reunião entre o secretário de Estado Adjunto da Saúde e a bastonária.

Governo e Ordem dos Enfermeiros reatam relações institucionais

Governo e Ordem dos Enfermeiros reatam relações institucionais

O Ministério da Saúde retomou as relações institucionais com a Ordem dos Enfermeiros, tendo hoje decorrido uma reunião entre o secretário de Estado Adjunto da Saúde e a bastonária.

A informação foi confirmada à agência Lusa por fonte oficial do Ministério.

Questionado pela Lusa, o Ministério acrescentou que na reunião de hoje foram discutidos vários “assuntos regulares”, nomeadamente questões que se prendem com os sistemas de informação.

No início de fevereiro, as relações entre o Governo e a Ordem dos Enfermeiros foram publicamente postas em causa, depois de o secretário de Estado Adjunto da Saúde, Francisco Ramos, ter anunciado que suspendia relações institucionais com a Ordem, tendo em conta posições assumidas pela bastonária Ana Rita Cavaco a propósito da greve dos enfermeiros em blocos operatórios de hospitais públicos.

Também o primeiro-ministro António Costa chegou publicamente, numa entrevista à SIC, a anunciar que iria apresentar uma queixa na justiça contra a bastonária, alegando que extravasa as suas funções e insinuando que assumia uma postura sindical.

No dia em que Governo e Ordem dos Enfermeiros normalizaram relações, a ministra da Saúde disse que tutela, ordens profissionais e sindicatos têm de se articular, sem “ultrapassarem o seu papel”, a propósito do convite feito pelo Governo para acompanharem o périplo do executivo no setor da saúde.

“O papel das ordens profissionais é um, o do Ministério da Saúde é outro e o dos sindicatos é outro e, portanto, não se pode saltar as fronteiras daquilo que é o seu papel, senão não estamos a trabalhar bem e é nessa lógica que nos articulamos”, afirmou Marta Temido aos jornalistas à margem da inauguração do Centro de Saúde do Cadaval, no distrito de Lisboa.

Para a governante, tutela, ordens profissionais e sindicatos do setor têm de se “relacionar sempre num ambiente de lealdade, frontalidade e colaboração”.

Segundo o gabinete do primeiro-ministro, a secretaria-geral do Ministério da Saúde convidou “todas as ordens profissionais” do setor para acompanhar o Governo numa visita inserida num périplo a unidades de saúde.

Fonte oficial da Ordem dos Enfermeiros tinha confirmado à agência Lusa que a bastonária Ana Rita Cavaco foi convidada para acompanhar o primeiro-ministro, António Costa, na quarta-feira, numa visita no âmbito do périplo a unidades de saúde que o Governo iniciou esta semana.

A bastonária dos Enfermeiros tinha escrito ao primeiro-ministro a oferecer-se para o acompanhar na visita a unidades de saúde.

ARP (FYC) // HB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS