Governo dos Açores compromete-se com 30% do espaço marítimo protegido até 2023

O presidente do Governo dos Açores afirmou que a região vai concretizar, até 2023, o objetivo de proteger 30% do seu espaço marítimo, “antecipando em sete anos os objetivos internacionais estabelecidos para 2030”, foi hoje divulgado.

Governo dos Açores compromete-se com 30% do espaço marítimo protegido até 2023

Governo dos Açores compromete-se com 30% do espaço marítimo protegido até 2023

O presidente do Governo dos Açores afirmou que a região vai concretizar, até 2023, o objetivo de proteger 30% do seu espaço marítimo, “antecipando em sete anos os objetivos internacionais estabelecidos para 2030”, foi hoje divulgado.

Num comunicado do programa “Blue Azores”, uma parceria entre o Governo Regional dos Açores, a Fundação Oceano Azul e o Waitt Institute, refere-se que o objetivo “foi anunciado por José Manuel Bolieiro no âmbito da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas que decorre durante esta semana em Lisboa”.

“Queremos liderar a agenda 2030, antecipando para 2023 os 30% do nosso mar como áreas marinhas protegidas: 15% totalmente protegidas, 15% parcialmente protegidas”, disse Bolieiro.

“Continuaremos a liderar pelo exemplo ao antecipar em sete anos os objetivos estabelecidos para 2030”, acrescentou.

De acordo com o “Blue Azores”, os Açores “procuram assim soluções para o desenvolvimento económico sustentável, baseando a sua estratégia na proteção dos oceanos através do estabelecimento de áreas marinhas protegidas”.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas estabeleceram a meta global de proteger 30% dos oceanos do mundo até 2030.

Atualmente, “apenas 2,7% dos oceanos a nível global estão totalmente protegidos”, acrescenta-se na nota de imprensa.

Centrado na conservação e utilização sustentável do Mar dos Açores, o programa “Blue Azores” contribui para a “proteção, promoção e valorização dos recursos marinhos do arquipélago, criando novas vias para o desenvolvimento económico sustentável da região”.

“O programa é desenvolvido através de um contributo ativo e contínuo de todos os interessados e do envolvimento da comunidade açoriana”, indica o comunicado.

ACG // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS