Governo ajuda agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados por incêndio

Governo disponibilizou 600 mil euros, que poderá ser reforçada, para ajudar os agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados pelo incêndio de julho.

Governo ajuda agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados por incêndio

Governo ajuda agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados por incêndio

Governo disponibilizou 600 mil euros, que poderá ser reforçada, para ajudar os agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados pelo incêndio de julho.

Governo disponibilizou 600 mil euros, que poderá ser reforçada, para ajudar os agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados pelo incêndio de julho. Isto acontece depois do despacho publicado hoje em Diário da República, no qual o Governo referirque os incêndios florestais que deflagraram entre 20 e 23 de julho, “provocaram vastos danos e prejuízos, com particular incidência em determinadas freguesias dos municípios de Vila de Rei e Mação”, nos distritos de Castelo Branco e Santarém, respetivamente.

LEIA DEPOIS
Corpo de inglês encontrado em Pedrógão Grande. Suspeitos já estão detidos

Governo anuncia outras medidas

No mesmo documento é também estabelece um auxílio, através do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PDR 2020), à reconstituição ou reposição do potencial produtivo das explorações agrícolas danificadas, à semelhança do que já tinha feito anteriormente com a tempestade Leslie que atingiu a zona centro, particularmente a Figueira da Foz, em outubro de 2018. Segundo explicou à Lusa fonte do ministério, o município da Sertã, que não era contemplado no despacho, irá ser abrangido, igualmente, por um aviso no âmbito do PDR 2020, com uma verba de 100 mil euros.

As freguesias mais atingidas pelas chamas no incêndio que começou em 20 de julho e foi dado como dominado em 23, foram as da Fundada e de São João do Peso, do município de Vila de Rei, e a de Amêndoa e de Cardigos, no município de Mação, freguesias cujas áreas agrícolas e florestais ardidas ultrapassam 30 % do seu território.

Agricultores que sofreram prejuízos

De acordo com o despacho hoje publicado, os níveis de apoio, de um total de 500 mil euros a conceder aos municípios de Mação e Vila de Rei repartem-se pelos seguintes escalões: 100% da despesa elegível igual ou inferior até cinco mil euros, 85% para prejuízos entre os cinco mil euros e os cinquenta mil euros e 50% entre os 50 mil euros e os 800 mil euros. Esta medida aplica-se a agricultores que sofreram prejuízos no potencial produtivo das suas explorações e destina-se a financiar perdas em culturas permanentes (vinha, olival e pomar), efetivos pecuários, equipamentos e maquinaria e instalações de apoio à atividade agrícola.

Adicionalmente, o Governo instalou, com o apoio do município de Vila de Rei, uma base logística para fornecimento de alimentação animal, estando disponíveis feno e açúcar (para alimentar abelhas), fornecidos pelo Ministério da Agricultura, além de diversos tipos de rações, solidariamente fornecidos por várias empresas.

LEIA MAIS
Morreu a primeira mulher afro-americana a receber o Nobel da Literatura
Mulher morre baleada por polícia que disparou para assustar cão [vídeo]

 

Impala Instagram


RELACIONADOS