Governo diz que “pico” da covid-19 terá passado e mantém medidas em vigor

A ministra da Presidência afirmou hoje que os dados sobre a evolução da covid-19 em Portugal indicam que o “pico” da nova vaga de infeções já terá passado, assistindo-se a quedas da incidência em várias regiões.

Governo diz que

Governo diz que “pico” da covid-19 terá passado e mantém medidas em vigor

A ministra da Presidência afirmou hoje que os dados sobre a evolução da covid-19 em Portugal indicam que o “pico” da nova vaga de infeções já terá passado, assistindo-se a quedas da incidência em várias regiões.

A posição de manter as medidas preventivas relativas à covid-19 foi transmitida por Mariana Vieira da Silva em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros, depois de questionada sobre a recente evolução da pandemia em Portugal.

Para ler também
Portugal em situação de alerta até 30 de junho
O Conselho de Ministros aprovou o prolongamento até 30 de junho da situação de alerta devido à situação epidemiológica da covid-19, anunciou hoje a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva (… continue a ler aqui)

Mariana Vieira da Silva referiu que, na quarta-feira, como habitualmente antes dos conselhos de ministros, juntamente com a ministra da Saúde [Marta Temido], reuniu-se com o conjunto de peritos que têm apoiado o Governo nas suas decisões. “Neste momento, de acordo com a análise aos números, o pico já terá passado, com algumas regiões já com quedas visíveis, assim como no que respeita [à incidência] em grupos etários. Por essa razão, o Conselho de Ministros decidiu manter as medidas em vigor”, respondeu a ministra da Presidência.

Mas Mariana Vieira da Silva deixou uma advertência: “Quero destacar que o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, por exemplo, não significa que a máscara não deva ser utilizada em situações de maior risco”.

Impala Instagram


RELACIONADOS