Furacão Leslie vai afetar Portugal Continental, incluindo Lisboa, Leiria e Setúbal

Furacão Leslie vai afetar Portugal Continental, incluindo Lisboa, Leiria e Setúbal

O furacão Leslie continua a passar no arquipélago da Madeira, estando o aviso máximo accionado até às 06:00 de domingo.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil lançou esta sexta-feira um aviso à população, no qual comunica a elevada probabilidade de o território continental português ser afetado pelo Furacão Leslie, ainda que não seja possível indicar com precisão as áreas que mais vão sentir o impacto.

LEIA MAIS: Furacão Leslie com efeitos na Madeira a partir deste sábado

Lê-se no comunicado que a situação meteorológica que irá condicionar o país é ainda muito incerta, não havendo previsões sobre os efeitos em relação a vento, precipitação e agitação marítima que a tempestade causará.

 Ainda assim, no domingo será quando a tempestade se pode fazer sentir com mais intensidade, esperando-se que o pico mais crítico seja entre as 00h00 e as 06h00 para o vento, as 01h00 e as 16h00 para a precipitação, as 03h00 e as 12h00 para a agitação marítima“, segundo o alerta.

O Furacão Leslie está a dirigir-se lentamente de este para nordeste e espera-se que passe a norte da Madeira durante o dia de sábado, com vento forte, aumento da agitação marítima, precipitação e trovoada, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

LEIA MAIS: TAP antecipa e cancela voos no sábado devido à passagem de furacão na Madeira

A tempestade pode trazer ventos com 100km/h e ondas até 12 metros na Madeira, “sendo que, nas regiões montanhosas, o vento será forte a muito forte, com rajadas até 110 quilómetros por hora”, explicou o instituto.

Num comunicado emitido na quinta-feira, o IPMA indicou que o furacão Leslie se estava a deslocar para junto da Madeira, havendo entre 70% a 90% de possibilidade que as ilhas da Madeira e Porto Santo venham a sofrer os efeitos do furacão, a partir das 09h00 de sábado.

Ainda assim, segundo as projeções da National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) o Leslie já chegará a Portugal com uma classificação de “depressão tropical”.

A Proteção Civil, por sua vez, recomenda que se tenha “especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas” pela possibilidade de haver queda de ramos e árvores, que não se pratiquem atividades relacionadas com o mar, “evitando ainda o estacionamento de veículos muito próximos da orla marítima”, que não se atravessem zonas inundadas e estar-se atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

LEIA MAIS: Arquipélago da Madeira em “alerta máximo” devido ao furacão Leslie

O furacão Leslie “já passou” pelo arquipélago da Madeira sem causar danos e as condições atmosféricas vão melhorar significativament.

“O período mais crítico do furacão Leslie já passou”, afirmou Victor Prior, adiantando que “agora vai a caminho do território continental”.

De acordo com o responsável, na sexta-feira à noite, pelas 21:00, “notou-se uma deslocação do furacão para norte”, disse

O responsável adiantou que ainda se vão verificar “algumas rajadas potencialmente mais forte e alguma precipitação, mas não é nada de preocupante”.

Sobre os efeitos deste fenómeno, apontou que se registaram rajadas entre os 100 e os 120 quilómetros nas zonas montanhosas, sendo de 94 quilómetros na zona do Aeroporto da Madeira -Cristiano Ronaldo.

Em termos de precipitação, referiu que as zonas mais afetadas foram o Pico do Arieiro 42,2 milímetros, Monte (27 milímetros a freguesia do Caniçal (concelho de Machico) 18 milímetros, Aeroporto (16 mm).

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS