Furacão Grace sobe para categoria 2 e põe em alerta estado mexicano de Veracruz

O furacão Grace, que se aproxima da costa do estado de Veracruz, no México, subiu para a categoria 2 numa escala de cinco, foi hoje anunciado, levando as autoridades mexicanas a emitirem alerta vermelho na região.

Furacão Grace sobe para categoria 2 e põe em alerta estado mexicano de Veracruz

Furacão Grace sobe para categoria 2 e põe em alerta estado mexicano de Veracruz

O furacão Grace, que se aproxima da costa do estado de Veracruz, no México, subiu para a categoria 2 numa escala de cinco, foi hoje anunciado, levando as autoridades mexicanas a emitirem alerta vermelho na região.

Segundo o mais recente boletim do Centro Nacional de Furacões norte-americano (NHC, na sigla em inglês), emitido às 00:00 de Lisboa, o Grace registava ventos de 160 quilómetros por hora, estando a 170 quilómetros do porto de Veracruz, um dos maiores do país, situado no Golfo do México.

“O Grace intensificou-se em furacão de categoria 2 e está a aproximar-se da costa norte de Veracruz”, onde se esperam “ondas de cinco a sete metros”, disse a Comissão Nacional de Água do México, em comunicado.

As autoridades de Veracruz esperam que o Grace toque terra na noite de sexta para sábado, entre os municípios de Tecolutla e Nautla, no norte do estado, e colocaram em alerta vermelho as localidades ameaçadas pelo furacão.

No porto de Veracruz, os estabelecimentos comerciais entaiparam portas e janelas e os pescadores puseram 300 barcos ao abrigo da tempestade.

“Vamos passar muitos dias sem pescar, quase uma semana, somos afetados, [tal] como 35.000 pescadores, porque não podemos sair”, disse a presidente da Federação das Cooperativas de Pesca de Veracruz, Isabel Pastrana Vázquez, à agência de notícias France-Presse (AFP).

As autoridades criaram 200 abrigos e estão prontas para ativar mais 2.000, se necessário.

O Grace tocou terra na quinta-feira, por volta das 05:45 locais (10:45 em Lisboa), a sul de Tulum, no leste da península do Iucatão, como um furacão de categoria 1, com ventos máximos sustentados de 130 quilómetros por hora.

O furacão passou pela península de Iucatão sem causar quaisquer mortes, disse o governador do estado de Quintana Roo, Carlos Joaquin.

Quintana Roo foi colocada em alerta vermelho e mais de 6.000 turistas e residentes foram retirados para abrigos, de acordo com as autoridades na região, escassamente povoada.

Na cidade de Tulum não foram relatados danos importantes.

O Grace tinha sido rebaixado para tempestade tropical quando chegou a terra, mas ganhou força quando regressou ao mar.

A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês) prognostica que a atual temporada ciclónica no Atlântico venha a ter uma atividade acima da média.

Este ano, até agora, só se formou na bacia atlântica outro furacão, o Elsa, em inícios de julho.

PTA (ANC) // PTA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS