Fortes nevões provocam o cancelamento de mais de 100 voos no Japão

Fortes nevões provocam o cancelamento de mais de 100 voos no Japão

Os fortes nevões que atingiram Tóquio e as regiões vizinhas provocaram o cancelamento de mais de 100 voos domésticos nos dois aeroportos que servem a capital japonesa.

Até às 12:00 (hora local, 03:00 em Lisboa), as duas principais companhias aéreas japonesas, Japan Airlines e All Nippon Airways (ANA), cancelaram mais de 100 voos que chegavam ou partiam hoje dos aeroportos de Narita e Haneda.

As duas principais companhias de baixo custo do país, Jetstar e Vanilla, suspenderam quase 40 serviços com origem ou destino em Narita ou em aeroportos regionais como Chubu (centro do país) e Shin Chitose em Hokkaido (norte).

A Agência Meteorológica do Japão (JMA) previu que as precipitações gerarão em Tóquio e arredores cerca de cinco centímetros de neve até a primeira hora de domingo.

No aeroporto de Narita, o operador aéreo foi forçado a fechar e reabrir as pistas repetidamente devido à acumulação de neve que, na localidade de Chiba (leste de Tóquio), onde o aeródromo está localizado, ultrapassa os dois centímetros, de acordo com a agência de notícias Kyodo.

Os nevões fortes, incomuns em Tóquio e nas áreas vizinhas, tendem a afetar substancialmente o transporte na região da capital japonesa, que movimenta cerca de 35 milhões de pessoas.

A JMA pediu cautela aos motoristas, embora até ao momento nenhum problema tenha sido relatado em estradas ou ferrovias, de acordo com a emissora pública NHK.

A tempestade responde a uma frente fria que atualmente atinge o leste e norte do país, com especial força na ilha setentrional de Hokkaido, onde as temperaturas em alguns pontos ultrapassaram hoje 30 graus abaixo de zero.

CSR // JNM

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Fortes nevões provocam o cancelamento de mais de 100 voos no Japão

Os fortes nevões que atingiram Tóquio e as regiões vizinhas provocaram o cancelamento de mais de 100 voos domésticos nos dois aeroportos que servem a capital japonesa.