Filme “Mosquito” premiado pela crítica na Mostra de São Paulo

O filme “Mosquito”, de João Nuno Pinto, foi distinguido pela crítica da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que terminou na quarta-feira no Brasil.

Filme

Filme “Mosquito” premiado pela crítica na Mostra de São Paulo

O filme “Mosquito”, de João Nuno Pinto, foi distinguido pela crítica da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que terminou na quarta-feira no Brasil.

Segundo a lista de premiados, “Mosquito” foi eleito o melhor filme internacional pela crítica, numa edição da mostra com sessões ‘online’ e ao ar livre, por causa da covid-19, e em que estiveram presentes cerca de dez filmes de produção e coprodução portuguesa.

Em comunicado, a produtora Leopardo Filmes indica que, num vídeo de agradecimento, o realizador João Nuno Pinto dedicou o prémio ao ator Filipe Duarte, que entra no filme e morreu em abril passado.

“Mosquito”, que abriu este ano o festival de cinema de Roterdão (Holanda), é protagonizado pelo ator João Nunes Monteiro, no papel de Zacarias, um jovem militar enviado para África, na primeira guerra mundial.

O filme “é inspirado na história da chegada do meu avô a África. No entanto, o que se passou durante a sua longa e solitária caminhada pouco se sabe. É aqui que entra a ficção, a fabulação e o sentido que pretendo dar à narrativa”, explica o realizador na nota de intenções.

A longa-metragem é premiada no Brasil dias depois de ter recebido dois prémios na Mostra de Valência — Cinema del Mediterrani, em Espanha, de melhor fotografia para Adolpho Veloso, e de melhor banda sonora para o músico Justin Melland.

“Mosquito” é o candidato de Portugal à categoria de Melhor Filme Ibero-Americano dos Prémios Goya de 2021, de Espanha, e é um dos quatro filmes nomeados para uma candidatura portuguesa à categoria de Melhor Filme Internacional dos Óscares.

Produzido por Paulo Branco, “Mosquito” contou com coprodução de França, Brasil e Moçambique, onde foi rodado, e terá uma versão em minissérie com três episódios.

Além de “Mosquito”, João Nuno Pinto é ainda autor da longa-metragem “América” (2000) e das ‘curtas’ “Don’t swim” (2015) e “Skype me” (2008).

SS // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS