Festividades de Halloween na Coreia do Sul provocam 59 mortos e 150 feridos

Pelo menos 59 pessoas morreram e mais de 150 ficaram feridas após serem esmagadas por uma grande multidão que avançou numa rua estreita durante as festividades de Halloween na capital Seul, disseram funcionários sul-coreanos.

Festividades de Halloween na Coreia do Sul provocam 59 mortos e 150 feridos

Festividades de Halloween na Coreia do Sul provocam 59 mortos e 150 feridos

Pelo menos 59 pessoas morreram e mais de 150 ficaram feridas após serem esmagadas por uma grande multidão que avançou numa rua estreita durante as festividades de Halloween na capital Seul, disseram funcionários sul-coreanos.

O chefe dos bombeiros Yongsan de Seul, Choi Seong-beom, disse que o número de mortos poderia aumentar à medida que os trabalhadores de emergência continuassem a transportar os feridos para hospitais em Seul, após a debandada no distrito de lazer de Itaewon, na noite de hoje.

Choi disse que 13 dos mortos foram enviados para hospitais, enquanto os restantes 46 ainda se encontravam nas ruas.

Segundo as autoridades, as pessoas terão sido esmagadas até à morte, depois de uma grande multidão ter começado a avançar num beco estreito perto do Hotel Hamilton, um importante local de festa em Seul.

O Presidente sul-coreano, Yoon Suk Yeol, emitiu uma declaração a apelar aos funcionários para assegurarem um rápido tratamento aos feridos e reverem a segurança dos locais de festividade.

Também instruiu o Ministério da Saúde para enviar rapidamente equipas de assistência médica em caso de catástrofe e garantir camas no hospital vizinho para tratar os feridos.

Os meios de comunicação locais disseram que cerca de 100.000 pessoas afluíram às ruas de Itaewon para as festividades de Halloween, que foram as maiores desde o início da pandemia de covid-19.

SMM // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS