Festival Verão na Casa da Música regressa 4.ª feira com 87 concertos até setembro

O festival Verão da Casa da Música, no Porto, regressa esta quarta-feira com 87 concertos de diversos géneros musicais e o “grande destaque” são os destinados a milhares de espetadores, que foram suspensos por causa da pandemia.

Festival Verão na Casa da Música regressa 4.ª feira com 87 concertos até setembro

Festival Verão na Casa da Música regressa 4.ª feira com 87 concertos até setembro

O festival Verão da Casa da Música, no Porto, regressa esta quarta-feira com 87 concertos de diversos géneros musicais e o “grande destaque” são os destinados a milhares de espetadores, que foram suspensos por causa da pandemia.

“Neste período do Verão na Casa, que vai até meados de setembro, a Casa da Música vai apresentar 87 concertos, dos mais diversos géneros musicais, dentro da Casa, fora da Casa. Regressamos aos grandes concertos metropolitanos nos espaços urbanos. São concertos de Orquestra Sinfónica para muitos milhares de pessoas. Esse é o grande destaque. É o regresso desta possibilidade, que já não havia há dois anos, de fazermos concertos para um número elevado de pessoas”, declarou António Jorge Pacheco, diretor artístico e de educação da Casa da Música.

Em entrevista telefónica à agência Lusa, no âmbito da apresentação da programação oficial do Verão na Casa, António Jorge destacou para o arranque do festival o concerto do artista brasileiro com dois Grammys latinos Hermeto Pascoal & Grupo. O espetáculo está agendado para as 22:00, na Sala Suggia da Casa da Música, e está inserido num ciclo de jazz.

“O Verão da Casa começa no dia 01 e há um nome que se destaca que é o de Hermeto Pascoal (…). É um concerto que está de resto esgotado, mas não deixa de ser, do ponto de vista programático, um grande destaque, porque de facto é uma lenda viva, estará no fim de carreira e, portanto, daí eu querer que os seguidores deste grande músico, há décadas, não quisessem perder esta talvez última oportunidade de o verem em palco”.

Outro destaque em junho é o concerto de dia 04 de junho da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, na Sala Suggia, pelas 18:00, com a violinista Carolin Widmann e a direção do maestro Ryan Wigglesworth, num programa que continua a fazer uma revisita ao repertório da compositora em residência este ano, Rebecca Saunders, acrescentou António Jorge Pacheco.

Ainda em junho, a Casa da Música recebe o concerto do grupo de punk/rock feminista russo Pussy Riot, no dia 08, e, no dia 28, faz a Festa de São João com a Banda Sinfónica Portuguesa e o concerto Chico da Tina, no Cais de Carga da Casa da Música.

No dia 29 de junho, há o espetáculo do artista brasileiro Milton Nascimento.

Em julho, os destaques vão para “os grandes concertos fora de portas”, desde logo, no dia 08 de julho, o concerto da Orquestra Sinfónica no parque de Serralves, uma “colaboração inédita entre a Casa da Música e Serralves”, num espaço amplo para que as pessoas possam usufruir da música sinfónica”, descreve António Jorge.

Os concertos metropolitanos da Orquestra Sinfónica da Casa da Música, na cidade da Maia, na praça junto à Câmara Municipal, no dia 16 de julho, e em Matosinhos, nos dias 29 e 30 de julho, com Rebecca Martin e a banda GNR, respetivamente, são outros em destaque.

O concerto de Ema Ruth Rundl, no dia 06 de julho, na Sala 2, e do artista norte-americano Robert Glasper, que atua em formação trio ou quarteto, no dia 19 de julho, na Sala Suggia, fazem também parte da programação de julho.

Ao longo do mês agosto, ao final da tarde, o fado e a guitarra portuguesa vão estar em foco num ciclo de concertos na Sala 2 e visa marcar o “regresso do mercado turista nacional e internacional”.

Em setembro o destaque volta a ser para o concerto fora de portas da Orquestra Sinfónica da Casa da Música que vai atuar na Avenida dos Aliados no dia 10 de setembro.

O pop/rock dos Exit North, com Steve Jansen (fundador da banda Japan) e Thomas Feiner sobem ao palco da Sala 2 no dia 03 de setembro e são outro destaque desse mês.

Noites alternativas a 16 e 17 de setembro na Sala 2, revelando “novas tendências de rock e cujo formato é “plateia em pé”, também fazem parte da programação de setembro e que marca o fim do evento Verão na Casa 2022.

CCM // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS