Festival MUSA regressa em maio ao Theatro Circo com Sara Barros Leitão e A Garota Não

O Festival MUSA regressa ao Theatro Circo, em Braga, em maio, com espetáculos de teatro, performance e música de Sara Barros Leitão, Tânia Carvalho, A Garota Não e Marina Sena, anunciou hoje aquele equipamento cultural.

Festival MUSA regressa em maio ao Theatro Circo com Sara Barros Leitão e A Garota Não

“O Festival MUSA regressa agora em maio para quatro dias de espetáculos (10 a 13), não só com música, mas também com teatro, começando com o ‘Monólogo de uma mulher chamada Maria com a sua patroa’, criação de Sara Barros Leitão. No dia seguinte, dia 11, será a artista Tânia Carvalho com o espetáculo performance ‘Madmud’. No dia 12 é a vez a compositora Cátia Mazari Oliveira se apresentar como A Garota Não com o disco ‘2 de Abril’, e para fechar, no dia 13, sobe ao palco a nova estrela da pop brasileira, Marina Sena, em estreia mundial absoluta do novo disco”, refere o Theatro Circo, num comunicado hoje divulgado.

O Festival MUSA está integrado na programação de maio e junho daquele espaço de Braga, que “prepara o verão”.

A agenda de maio arranca no dia 07, com o concerto da cantora peruana Susana Baca, que passa por Portugal no âmbito da digressão de comemoração dos 50 anos de carreira. Este concerto insere-se no ciclo do Theatro Circo “Abacate, Limão Doce, Tangerina — Obras completas contra a escravidão e o racismo”.

Para maio estão também marcados espetáculos dos The Gift, que no dia 19 vão apresentar o álbum “Say goodbye to the old times”, e de Yazz Ahmed, “uma das figuras mais sólidas do jazz britânico, para mostrar no dia 20 o aclamado ‘Polyhymnia'”.

Nos dias 26 e 27 de maio, os criadores Hugo Calhim Cristovão e Joana von Mayer Trindade apresentam “Onde Está o Relâmpago que Vos Lamberá as Vossas Labaredas”, no âmbito do ciclo “A Dança Dança-se Com os Pés”.

Para junho, estão agendados concertos do pianista Luís Magalhães, que no dia 09 de junho se apresenta em trio, com o violinista Gareth Lubbe e a violoncelista Natalie Clein, do projeto Batida; no dia 26, de Pedro Coquenão, que “trará Luaty Beirão”, e um Recital de Câmara com o Conservatório Calouste Gulbenkian de Braga, no dia 28.

Em 13 de junho, “inserido no Segunda Casa — Palcos Instáveis, é apresentado o espetáculo ‘Simulacro’ de Carminda Soares e Margarida Montenÿ”. Para dia 16, está marcado o espetáculo “Cabraqimera”, com direção artística de Catarina Miranda e cocriação coreográfica de Duarte Valadares, Francisca Pinto, Lewis Seivwright e Madalena Pereira.

A programação de junho encerra com o ciclo “Crianças ao Poder”, que inclui os espetáculos “Sopa de Pedra”, em 01 de julho, e “Música e Bebés”, em 27 de junho e 2 de julho.

A programação completa, com datas, horários e informações sobre bilhetes, pode ser consultada no ‘site’ do Theatro Circo, em www.theatrocirco.com.

JRS // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS