Festival islâmico abre hoje portas para homenagear fundador de Marvão

Festival islâmico abre hoje portas para homenagear fundador de Marvão

A histórica vila de Marvão, no Alto Alentejo, vai estar transformada num bazar islâmico, a partir de hoje, para evocar a época da sua fundação, com a realização da 13.ª edição do Festival “Al Mossassa”.

Promovido pelo município, no distrito de Portalegre, o certame, que pretende recuar até ao século IX e homenagear o fundador de Marvão e da vizinha cidade espanhola de Badajoz, o guerreiro Ibn Marúan, vai decorrer até domingo pelas ruas íngremes da vila.

“Este ano, a novidade é um espetáculo único e diferenciador sobre a lenda da ponte de Marvão. Trata-se de um espetáculo com luz e som e vai decorrer junto ao castelo”, disse à agência Lusa o vice-presidente da câmara municipal, Luís Costa.

O espetáculo, com a participação de mais de 40 pessoas, sobe ao palco hoje e sábado, a partir das 21:30.

O festival “Al Mossassa”, ou a “Festa da Fundação”, conquistou também este ano o estatuto de “EcoEvento”, certificado pela Valnor, empresa responsável pela recolha, triagem, valorização e tratamento de resíduos urbanos.

De acordo com a autarquia, a zona do evento vai contar com vários ecopontos, no sentido de “convidar” os participantes, as equipas de apoio e os espetadores a fazer a separação dos resíduos produzidos.

Durante o festival, vai ser recriado o ambiente vivido na época, com artesãos a trabalhar ao vivo, espetáculos de música, dança, fogo, artes circenses, aves de rapina, serpentes, jogos medievais para crianças, mercadores e tabernas, entre outras atividades.

Um dos atrativos é o “Mercado das 3 Culturas”, constituído por cerca de 60 pontos de venda, com produtos e objetos relacionados com as culturas islâmica, judaica e cristã.

“Este festival tem vindo a conquistar o público e este ano queremos, se possível, receber ainda mais pessoas”, disse Luís Costa.

A inauguração está agendada para hoje, às 11:00, junto ao edifício dos Paços do Concelho, decorrendo de seguida, na sala das sessões do antigo tribunal (atual Casa da Cultura), uma tertúlia subordinada ao tema “A 1.ª República e outras histórias da justiça”, com António Canêdo Berenguel.

Em paralelo, decorre até ao dia 14 deste mês a XV Feira do Livro de Marvão para promover os hábitos de leitura. O município oferece a entrada no festival “Al Mossassa” a quem comprar um livro.

A entrada no festival custa um euro, sendo que parte da receita reverte a favor do Moto Clube de Marvão.

HYT // MLM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Festival islâmico abre hoje portas para homenagear fundador de Marvão

A histórica vila de Marvão, no Alto Alentejo, vai estar transformada num bazar islâmico, a partir de hoje, para evocar a época da sua fundação, com a realização da 13.ª edição do Festival “Al Mossassa”.