Festival da Máscara Ibérica em Lisboa apresenta 42 grupos com 700 participantes

O Festival Internacional da Máscara Ibérica vai apresentar 42 grupos de mascarados, entre os dias 16 e 19 deste mês, no Jardim da Praça do Império, em Lisboa, contando com cerca de 700 participantes, foi hoje anunciado.

Festival da Máscara Ibérica em Lisboa apresenta 42 grupos com 700 participantes

Festival da Máscara Ibérica em Lisboa apresenta 42 grupos com 700 participantes

O Festival Internacional da Máscara Ibérica vai apresentar 42 grupos de mascarados, entre os dias 16 e 19 deste mês, no Jardim da Praça do Império, em Lisboa, contando com cerca de 700 participantes, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a organização refere que o evento, na sua 14.ª edição, recebe, pela primeira vez, a Hungria, com o grupo Busós, e Macau, com os Leões de Macau.

Com mais participantes do que em 2018, o FIMI regressa este ano para “quatro dias de verdadeira animação, entre caretos, foliões e mascarados”, com um novo espaço para animação infantil e grupos convidados.

De acordo com a organização, trata-se de um dos “maiores eventos envolvendo a ancestral tradição dos rituais da máscara [ibérica]”.

O programa inclui ‘workshops’, exposições, danças tradicionais, debates, espetáculos de música, mostra de produtos regionais, ateliês de artesanato e animação de rua.

Com aposta na internacionalização, a edição deste ano do Festival Internacional da Máscara Ibérica vai estrear os grupos Folclor Colombia (Colômbia), Asociación Fieles Jesús Caído del Paso y María Santísima de la Amargura (Málaga, Espanha) e Banda Gaites Villaviciosa – El Gaitero e Mazcaraos de Rozaes, ambos de Villaviciosa (Astúrias, Espanha).

A organização realça ainda que o Desfile da Máscara Ibérica, que vai ocorrer no dia 18 deste mês, por volta das 16:30, contará com caretos e foliões de Portugal e Espanha, bem como com o regresso da Sardenha (Itália) que vai exibir os Urthos e Buttudos pela primeira vez.

Os concertos no Palco Ibérico arrancam no dia 17, com a atuação do grupo de música popular portuguesa Recanto e dos espanhóis Skama la Rede.

Durante o fim de semana, dias 18 e 19, sobem ao palco os portugueses Galandum Galundaina e O Gajo, no sábado, e os Ciranda que encerram o cartaz no domingo.

Outro dos destaques do FIMI será uma mostra de artes performativas da China, nomeadamente a ópera chinesa e o teatro exorcista nuoxi, pela mão da Fundação Oriente.

O Festival Internacional da Máscara Ibérica, que é organizado pela Progestur, em conjunto com a EGEAC, conta também com o apoio da Fundação Inatel nesta 14.ª edição.

JML // MLM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS