Fernando Venâncio e Nuno Júdice vencem Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho

Os livros “Camões por cantos nunca dantes navegados”, de Nuno Júdice, e “Assim nasceu uma língua”, de Fernando Venâncio, são os vencedores ‘ex-aequo’ do Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho, anunciou hoje a Associação Portuguesa dos Críticos Literários.

Fernando Venâncio e Nuno Júdice vencem Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho

Fernando Venâncio e Nuno Júdice vencem Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho

Os livros “Camões por cantos nunca dantes navegados”, de Nuno Júdice, e “Assim nasceu uma língua”, de Fernando Venâncio, são os vencedores ‘ex-aequo’ do Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho, anunciou hoje a Associação Portuguesa dos Críticos Literários.

Em comunicado, a associação justifica a distinção referindo que, “sem esquecer a história da receção crítica de Camões, Nuno Júdice liberta o poeta da sua auréola mitificada e conduz à compreensão do seu pensamento sobre o amor, a morte, o país e o mundo”.

“Camões por cantos nunca dantes navegados” é “uma obra que ajuda a compreender melhor a modernidade da poética de Camões, enriquecendo indiscutivelmente o panorama dos estudos camonianos”, prossegue a associação.

Sobre o outro distinguido, “Assim nasceu uma língua”, afirma a associação tratar-se de uma “obra em que um amplo saber filológico se cruza frequentemente com um humor inteligente”.

“Fernando Venâncio produziu um estudo notável sobre as origens da língua portuguesa dos primórdios à época contemporânea. Desfazendo erros e mostrando com eficácia e clareza a força e a independência da língua portuguesa, manifestadas aliás desde muito cedo, ‘Assim nasceu uma língua’ é um ensaio muito vivo e pertinente que se lê como história, a história da uma língua tantas vezes maltratada”, pode ler-se na justificação.

O prémio tem o valor de 4.000 euros que será partilhado pelos dois autores e será entregue “em data e local a anunciar”.

O júri do galardão foi composto por Ana Mafalda Leite, Liberto Cruz e Paula Cristina Costa.

Nuno Júdice é professor na Universidade Nova de Lisboa, poeta, ensaísta, romancista, dramaturgo e tradutor, várias vezes premiado nacional e internacionalmente.

Fernando Venâncio é professor na Universidade de Amesterdão, ensaísta, romancista, cronista, tradutor e linguista, com várias obras publicadas nestes diferentes domínios.

NL // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS