Feira Internacional do Artesanato volta à FIL em setembro após parar com pandemia

A Feira Internacional do Artesanato vai realizar-se entre 04 e 12 de setembro, em Lisboa, depois de um ano de interrupção devido à pandemia, com bilhetes cerca de 50% mais baratos do que em 2019, anunciou hoje a organização.

Feira Internacional do Artesanato volta à FIL em setembro após parar com pandemia

Feira Internacional do Artesanato volta à FIL em setembro após parar com pandemia

A Feira Internacional do Artesanato vai realizar-se entre 04 e 12 de setembro, em Lisboa, depois de um ano de interrupção devido à pandemia, com bilhetes cerca de 50% mais baratos do que em 2019, anunciou hoje a organização.

“Depois de, em 2020, a FIA Lisboa não se ter realizado por não estarem reunidas as condições de segurança relativas à contenção da pandemia de covid-19, e de ser necessário proceder ao adiamento da feira nas datas inicialmente previstas em 2021, a Fundação AIP encara a realização daquela que é a mais representativa feira de artesanato da Península Ibérica como uma aposta séria e consciente no retomar do caminho para este setor e com elevada expectativa que esta constitua uma viragem no desenvolvimento da atividade económica, sabendo o que representa para o artesanato nacional e para os seus artesãos”, anunciou, em comunicado, a Fundação AIP, que promove a FIA através da Lisboa – Feiras Congressos e Eventos, com o apoio do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

A 33.ª edição da FIA Lisboa, que decorrerá na Feira Internacional de Lisboa (FIL), explicou a organização, “será uma edição adaptada à conjuntura atual” e terá “descontos nos bilhetes de entrada que serão, em média, de 50% comparativamente à última edição de 2019”, com o objetivo de “incentivar a presença de visitantes e compradores do artesanato nacional e internacional”.

Além da aposta no desenvolvimento da atividade económica do setor, “também ele muito afetado pela pandemia”, a organização pretende “apostar também na divulgação e promoção do artesanato e gastronomia nacionais, porta de entrada para a promoção turística das regiões, que são representadas na FIA Lisboa pelos seus artesãos”.

Por forma a garantir as medidas de segurança, no âmbito da pandemia de covid-19, a organização tem implementado um plano de contingência, elaborado com base nas recomendações da Direção Geral da Saúde (DGS), com uma área de exposição alargada.

Adicionalmente, a capacidade será limitada e só será permitida a entrada na FIA mediante a apresentação do Certificado Digital Covid da União Europeia (UE) ou de um teste negativo válido.

MPE // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS