Família de violadores acusada de 331 crimes. Vítima mais nova tem apenas 4 anos

Foi um dos homens da família que denunciou o pai e os irmãos. A sobrinha contou-lhe o que o pai abusava dela e este confrontou o irmão que, para além de negar, espancou a jovem. Quando denunciado o caso, o homem veio a saber que também as filhas eram abusadas pelo mesmo tio e por outro seu irmão.

Família de violadores acusada de 331 crimes. Vítima mais nova tem apenas 4 anos

Família de violadores acusada de 331 crimes. Vítima mais nova tem apenas 4 anos

Foi um dos homens da família que denunciou o pai e os irmãos. A sobrinha contou-lhe o que o pai abusava dela e este confrontou o irmão que, para além de negar, espancou a jovem. Quando denunciado o caso, o homem veio a saber que também as filhas eram abusadas pelo mesmo tio e por outro seu irmão.

O caso do pai e filhos violadores em Tomar chocou o país. Violaram as mulheres da família durante cerca de 40 anos e agora são acusados pelo Ministério Público de 331 crimes. Apesar dos anos de abusos e várias mulheres da família, a tribunal chegam apenas três. Há outras quatro mulheres molestadas mas cujos crimes já prescreveram.

Foi um dos homens da família que denunciou o pai e os irmãos. A sobrinha contou-lhe o que o pai abusava dela e este confrontou o irmão que, para além de negar, espancou a jovem. Quando denunciado o caso, o homem veio a saber que também as filhas eram abusadas pelo mesmo tio e por outro seu irmão.

O avô das vítimas e pai dos restantes abusadores, fora quem iniciou os abusos. Mesmo já cego da diabetes, ainda ataca as meninas. A investigação descobriu ainda que as filhas do patriarca também tinham sido violadas em jovens. Algumas terão emigrado, nunca fizeram queixa e os crimes já subscreveram.

No despacho da acusação está descrito que a contagem dos crimes foi feita por baixo, uma vez que ninguém sabe bem quantas vezes estas jovens foram violadas, sabendo-se que o foram durante anos, quase diariamente.

A vítima mais nova tem apenas quatro anos e não será ouvida em tribunal. As mais velhas foram já ouvidas para memória futura.

LEIA MAIS No primeiro confinamento as crianças dormiram mais, mexeram-se menos e irritaram-se muito

 

Impala Instagram


RELACIONADOS