Ex-assessor de Trump considerado culpado por mentir ao Congresso

O antigo assessor do Presidente norte-americano Roger Stone foi hoje considerado culpado por um tribunal federal e enfrenta uma pena máxima de 50 anos de prisão por sete crimes, entre os quais falso testemunho e obstrução à justiça.

Ex-assessor de Trump considerado culpado por mentir ao Congresso

Ex-assessor de Trump considerado culpado por mentir ao Congresso

O antigo assessor do Presidente norte-americano Roger Stone foi hoje considerado culpado por um tribunal federal e enfrenta uma pena máxima de 50 anos de prisão por sete crimes, entre os quais falso testemunho e obstrução à justiça.

O ex-assessor do Presidente norte-americano Roger Stone foi hoje considerado culpado por um tribunal federal e enfrenta uma pena máxima de 50 anos de prisão por sete crimes, entre os quais falso testemunho e obstrução à justiça. O antigo assessor, de 67 anos, era acusado de mentir ao Congresso para proteger a imagem de Donald Trump.

LEIA DEPOIS

Previsão do tempo para sábado, 16 de novembro

Ex-assessor foi considerado culpado da prática de cinco crimes

Roger Stone trabalhou em 2015 como assessor de Trump durante a campanha presidencial, embora posteriormente tenha continuado a colaborar informalmente com o Presidente dos Estados Unidos da América. Stone foi considerado culpado da prática de cinco crimes de falso testemunho, um crime de obstrução à justiça e um crime de manipulação de testemunha.

O Presidente norte-americano já reagiu na rede social Twitter à condenação de Roger Stone, questionando se outros “não mentiram”, nomeadamente a antiga secretária de Estado Hillary Clinton e o procurador especial Robert Muller.

Roger Stone foi uma das 34 pessoas processadas no âmbito da investigação de Robert Muller à alegada interferência da Rússia nas eleições dos Estados Unidos, em 2016.

Outros cinco assessores antigos assessores de Trump foram processados (Paul Manafort, Rick Gates, George Papadopoulos, Michael Cohen e Michael Flyn), além de 26 cidadãos russos.

LEIA MAIS

Menina de 10 anos vítima de bullying por ter a cara desfigurada morreu

Julgamento do ataque à academia de Alcochete começa segunda-feira

 

Impala Instagram


RELACIONADOS