Milhares de enfermeiros esperados hoje em “marcha branca” em Lisboa

Milhares de enfermeiros são esperados hoje numa marcha em Lisboa, segundo o movimento que organizou a iniciativa de homenagem à enfermagem, que conta com o apoio de vários sindicatos.

Milhares de enfermeiros esperados hoje em

Milhares de enfermeiros esperados hoje em “marcha branca” em Lisboa

Milhares de enfermeiros são esperados hoje numa marcha em Lisboa, segundo o movimento que organizou a iniciativa de homenagem à enfermagem, que conta com o apoio de vários sindicatos.

Milhares de enfermeiros são esperados hoje numa marcha em Lisboa, segundo o movimento que organizou a iniciativa de homenagem à enfermagem, que conta com o apoio de vários sindicatos. Sónia Viegas, do Movimento Nacional de Enfermeiros, disse à agência Lusa que são esperados “alguns milhares” de profissionais na “Marcha Branca pela Enfermagem”, que pelas 15:00 deve partir da zona do Parque da Bela Vista em direção ao hospital Santa Maria.

Numa profissão constituída em larga maioria por mulheres, o desfile coincide com o Dia da Mulher e será também uma forma de assinalar “uma das figuras centrais da enfermagem”, Florence Nightingale, enfermeira que no século XIX mudou o paradigma da profissão, tendo sido considerada pioneira no tratamento a feridos de guerra, durante a Guerra da Crimeia.

Os organizadores da marcha apelam aos participantes para desfilarem vestidos de branco e pedem que não sejam usados nem bandeiras, nem faixas nem quaisquer outros símbolos de reivindicação sindical ao longo da manifestação. Contudo, a porta-voz do Movimento que impulsionou este desfile, Sónia Viegas, refere que a marcha pela enfermagem conta com o apoio da generalidade dos sindicatos dos enfermeiros, sendo que terá a participação de representantes de todas as estruturas sindicais.

Marcha acontece depois de período de contestação

Alguns sindicatos, como a Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE), convocaram para hoje uma greve nacional de enfermeiros para permitir a participação de mais profissionais no desfile.

Esta marcha ocorre depois de um período de especial contestação por parte dos enfermeiros, que se traduziu em duas greves em blocos operatórios e a um braço de ferro com o Governo, sobretudo depois de ter sido decretada uma requisição civil com o objetivo de travar a segunda paralisação.

LEIA MAIS

Carro onde seguia Simone de Oliveira ardeu na A1

Previsão do tempo para sábado

Impala Instagram


RELACIONADOS