Dificuldades em deixar de fumar? Conheça as melhores apps

Quem fuma tem duas vezes mais probabilidades de ter um AVC do que um não fumador. Para além disso, fumar 20 cigarros por dia aumenta em seis vezes a probabilidade de sofrer um AVC e duplica o risco de morte. Saiba quais são algumas das apps que o poderão ajudar neste longo e difícil percurso.

Dificuldades em deixar de fumar? Conheça as melhores apps

Quem fuma tem duas vezes mais probabilidades de ter um AVC do que um não fumador. Para além disso, fumar 20 cigarros por dia aumenta em seis vezes a probabilidade de sofrer um AVC e duplica o risco de morte. Saiba quais são algumas das apps que o poderão ajudar neste longo e difícil percurso.

No dia em que se celebra o Dia Mundial Sem Tabaco, os perigos associados ao tabagismo são sobejamente conhecidos. Desde infeções respiratórias até cancro do pulmão, todas elas acarretam malefícios para a saúde. Está cientificamente comprovado que parar de fumar pode reduzir em 50% o risco de cancro no pulmão.

Apesar disso, e talvez de forma algo surpreendente, a verdade é que este vício está associado à principal causa de morte em Portugal: o acidente vascular cerebral (AVC). Tal como adverte a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral, quem fuma tem duas vezes mais probabilidades de ter um AVC do que um não fumador. Para além disso, fumar 20 cigarros por dia aumenta em seis vezes a probabilidade de sofrer um AVC e duplica o risco de morte.

Não obstante, o tabaco é ainda um fator de risco no que diz respeito ao AVC hemorrágico. O risco de rotura de aneurismas aumenta até dez vezes e está também associado à hipertensão arterial. Apesar de menos frequente, este tipo de AVC é de longe o mais fatal, apresentando uma taxa de mortalidade que ronda os 50%.

Números alarmantes

O tabagismo matou 7,7 milhões de pessoas em 2019, ano em que o número de fumadores aumentou para 1,1 mil milhões, revelam estimativas mundiais, acrescentando que 89% dos novos fumadores ficaram viciados aos 25 anos. As estimativas são divulgadas pela revista médica The Lancet, que publica três estudos com dados sobre a prevalência do tabagismo em 204 países, em homens e mulheres com 15 ou mais anos, incluindo idade de iniciação ao consumo de tabaco, doenças associadas e riscos entre fumadores e ex-fumadores.

Em 2019, o tabagismo esteve ligado a 1,7 milhões de mortes por isquemia cardíaca, a 1,6 milhões de mortes por doença pulmonar obstrutiva crónica, a 1,3 milhões de mortes por cancro da traqueia, brônquios e pulmão e quase um milhão de mortes por acidente vascular cerebral.

Apps para deixar de fumar

Kwit baseia-se no funcionamento de mecanismos e técnicas de jogo. Esta app tem como objetivo aumentar o compromisso em deixar de fumar. Para isso, foram desenhados vários níveis que o utilizador tem de ultrapassar para se tornar num Kwitter Final. Durante o processo, terá ao seu dispor vários tipos de estatísticas: tempo que já passou deste que deixou de fumar, o dinheiro que poupou e o número de cigarros que não fumou. A aplicação tem ainda um modo SOS para quando a vontade aperta, onde é apenas necessário agitar o dispositivo para que seja apresentada uma mensagem de motivação.

A Imoskay/QuitSmoking oferece um sistema de avanço progressivo, com o objetivo reduzir os possíveis efeitos colaterais ao deixar o vício. A ideia por detrás da app é conceitualmente diferente da Kwit. Neste caso, e como sublinha a equipa responsável, “não estamos aqui para te mostrar quantos cigarros deixou de fumar, quanto dinheiro deixou de gastar ou quantos minutos de vida ganhaste”. A funcionalidade “Trocas Comportamentais” fornece conteúdos extremamente abrangentes, incluindo meditação, prática de exercícios, alimentação ou até bem estar.

A QuitNow! dá ao utilizador a possibilidade de observar estatísticas em tempo real sobre os efeitos benéficos que resultam da cessação tabágica. Adicionalmente, permite analisar as substâncias tóxicas que são eliminadas ao longo do tempo. De acordo com os responsáveis, as primeiras mudanças podem ser sentidas na pressão arterial, frequência de pulso e temperatura das mãos e dos pés.

Texto: Tomás Cascão

LEIA AINDA
DGS alerta para crianças alvo de táticas agressivas das tabaqueiras no Dia Mundial Sem Tabaco
DGS alerta para crianças alvo de táticas agressivas das tabaqueiras no Dia Mundial Sem Tabaco
Direção-Geral da Saúde alerta para crianças e adolescentes enquanto alvo das táticas agressivas de marketing e das campanhas publicitárias da indústria do tabaco. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS