Detida funcionária que roubava ouro a doentes internados

Alguns doentes ainda denunciaram a situação, mas sem conseguir identificar quem lhes roubara as peças de ouro.

Detida funcionária que roubava ouro a doentes internados

Detida funcionária que roubava ouro a doentes internados

Alguns doentes ainda denunciaram a situação, mas sem conseguir identificar quem lhes roubara as peças de ouro.

A Polícia Judiciária anunciou a detenção de uma funcionária do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. A mulher, de 53 anos, terá roubado objetos pessoais em ouro a doentes ali internados ao longo do último ano.

Segundo a PJ de Coimbra, “subtraiu diversos objetos em outro, nomeadamente anéis, fios e brincos, a doentes que se encontravam internados, em situação de especial vulnerabilidade e sem capacidade para oferecerem resistência”. Era funcionária da empresa Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH) desde dezembro de 2019 e era responsável por servir as refeições aos doentes.

Alguns doentes ainda denunciaram a situação, mas sem conseguir identificar quem lhes roubara as peças de ouro.

Coube à Administração do Centro Hospitalar denunciar a suspeita à PJ, que veio a verificar as peças tinham sido vendidas em ourivesarias e outros estabelecimentos de compra e venda de ouro.

A suspeita já tinha sido condenada, em 2019, numa pena de prisão convertida em multa, por furtos do mesmo tipo a idosos de quem tomava conta, a título particular. Agora ficou em prisão preventiva.

LEIA MAIS SEF/Ihor: Julgamento de três inspetores começa esta terça-feira

Impala Instagram


RELACIONADOS