Deixaram-lhe o cateter da epidural preso na espinha e ainda hoje precisa de ajuda para se mover

Ainda que o parto já tenha sido há mais uma semana, Selena ainda precisa de ajuda para se mover. Veja o vídeo da jovem a chegar a casa.

Deixaram-lhe o cateter da epidural preso na espinha e ainda hoje precisa de ajuda para se mover

Deixaram-lhe o cateter da epidural preso na espinha e ainda hoje precisa de ajuda para se mover

Ainda que o parto já tenha sido há mais uma semana, Selena ainda precisa de ajuda para se mover. Veja o vídeo da jovem a chegar a casa.

Selena Gray tem apenas 18 anos e acaba de ter o seu primeiro filho. Mas o que esperava ser algo memorável tornou-se num pesadelo. A jovem esteve quatro dias com o cateter da epidural nas costas sem que os médicos o conseguissem remover. O parto decorreu no dia 26 de junho, no Sacred Heart Hospital, em Pensacola, Flórida, e tudo correu bem, mas a recuperação mostrou-se uma complicação para a paciente e médicos. Foi já no dia 28 que nas redes sociais a jovem mãe desabafou, dizendo que os médicos estavam desde então a tentar tirar o cateter, puxando-o.

Selena foi de seguida transferida para outra unidade hospitalar, que se recusou a retirar o cateter. «O catater enrolou-se na espinha», contou à Fox News. Só no terceiro hospital, o UF Health Shands, lhe conseguiram retirar o cateter.

Ainda que o parto já tenha sido há mais uma semana, Selena ainda precisa de ajuda para se mover.

Veja o vídeo da jovem a chegar a casa.

O Sacred Heart Hospital recusa-se a prestar declarações alegando a lei da privacidade.

 

LEIA MAIS

Bebé nasce deformado depois de mais de um mês em trabalho de parto

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS