Cristina Branco e Carlos Bica no festival QuebraJazz em Coimbra

O contrabaixista Carlos Bica estreia-se este ano no festival QuebraJazz, em Coimbra, bem como a vocalista Cristina Branco, que será a convidada especial da atuação do trio Paulo Bandeira neste evento.

Cristina Branco e Carlos Bica no festival QuebraJazz em Coimbra

Cristina Branco e Carlos Bica no festival QuebraJazz em Coimbra

O contrabaixista Carlos Bica estreia-se este ano no festival QuebraJazz, em Coimbra, bem como a vocalista Cristina Branco, que será a convidada especial da atuação do trio Paulo Bandeira neste evento.

O festival, que tem como palco as escadas do Quebra Costas, no centro histórico de Coimbra, arranca a 19 de junho e estende-se até 31 de agosto, com a atuação de 15 coletivos em 26 concertos, disse hoje a organização à agência Lusa.

O diretor do festival, Miguel Lima, destaca a presença do contrabaixista português Carlos Bica, que vai tocar juntamente com André Santos e João Mortágua, a 02 e 03 de agosto.

“Era um nome que ambicionava há muito que viesse ao QuebraJazz”.

A 19 e 20 de julho, o trio Paulo Bandeira volta a tocar nas escadas do Quebra Costas, agora com a participação da vocalista Cristina Branco, que também é convidada no novo disco que o baterista de jazz vai apresentar, afirmou o responsável, que falava à agência Lusa à margem da conferência de imprensa de apresentação do festival.

Pela primeira vez, o festival vai ter um concerto “fora das escadas”, em 25 de julho, com a atuação já anunciada dos Alma Nuestra, projeto de Salvador Sobral e do músico cubano Victor Zamora, no Anfiteatro Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas, numa coprodução com o Festival das Artes.

Tal como em 2018, o QuebraJazz arranca com dixieland, numa atuação dos Dixie Gringos.

O festival, como já vem sendo hábito, alia nomes consagrados com jovens promessas, marcando presença nas escadas do Quebra Costas músicos como Carlos Barretto, Luís Figueiredo, o argentino Demian Cabaud, Desidério Lázaro, André Carvalho e Tomás Marques, entre outros.

Com exceção do concerto dos Alma Nuestra, todas as atuações são gratuitas, tendo como anfiteatro as próprias escadas do Quebra Costas.

O festival termina com a já habitual ‘jam session’ por parte da Quebra Ensamble, este ano a 30 e 31 de agosto.

JGA // SSS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS