Covid-19: Variante Ómicron já circula em Cabo Verde — oficial

A variante Ómicron do novo coronavírus já está a circular em Cabo Verde, confirmou hoje a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima, apelando ao cumprimento das medidas preventivas.

Covid-19: Variante Ómicron já circula em Cabo Verde -- oficial

Covid-19: Variante Ómicron já circula em Cabo Verde — oficial

A variante Ómicron do novo coronavírus já está a circular em Cabo Verde, confirmou hoje a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima, apelando ao cumprimento das medidas preventivas.

A presidente do INSP avançou, em declarações à Rádio de Cabo Verde (RCV), que em cerca de 300 amostras enviadas há alguns dias ao Instituto Pasteur, em Dacar, 87% deram resultado positivo para a variante Ómicron do novo coronavírus.

Na segunda-feira, o diretor nacional de Saúde, Jorge Barreto, já tinha avançado a possibilidade de ser a nova variante a causa do “descontrolo epidemiológico” em Cabo Verde nos últimos dias.

“Muito provavelmente a variante Ómicron já está a causar todo este descontrolo epidemiológico, embora ainda não tenhamos a confirmação laboratorial, que é que nos falta para fechar essa hipótese mais do que provável”, disse o porta-voz do Ministério da Saúde, na habitual análise à situação epidemiológica no país.

Tal como a presidente do INSP, o diretor nacional de Saúde pediu às pessoas para tomarem as medidas necessárias para se protegerem, bem como aderirem cada vez mais à campanha de vacinação no país.

Nos últimos 14 dias, Jorge Noel Barreto confirmou a “piora significativa” do número de casos, com uma taxa de incidência acumulada de 810 casos por 100 mil habitantes, muito superior aos 25 casos por 100 mil habitantes registados no mesmo período anterior.

No mesmo período, a taxa de positividade foi de 21,2%, muito maior do que 1,8% nos 14 dias anteriores, e a taxa transmissibilidade foi de 2,52, com um amento em cerca de oito vezes dos casos novos entre os dois períodos.

Há alguns dias que Cabo Verde regista um aumento exponencial de novos casos de covid-19, com um recorde de 994 na sexta-feira, sendo que há uma semana o Governo já tinha declarado o regresso ao estado de contingência e apertando várias regras.

Quanto à campanha de vacinação, 84% de adultos já tomaram a primeira dose, 71% a segunda e quase 7 mil pessoas já tomara a dose de reforço, destinada a maiores de 40 anos, doentes crónicos, idosos, profissionais de saúde, bombeiros e pessoal da proteção civil.

A partir de hoje, as pessoas maiores de 18 anos também já podem receber a dose de reforço, segundo avançou na segunda-feira o diretor nacional de Saúde.

Desde 16 de dezembro que decorre a vacinação também para os menores dos 12 aos 17 anos, e o país já vacinou 46,5% do total de 60 mil estimados.

Desde o início da pandemia, Cabo Verde registou um total de 43.567 casos positivos acumulados de infeção pelo novo coronavírus, dos quais 38.389 foram dados recuperados, há 352 óbitos e 4.800 casos ativos.

A covid-19 provocou 5.441.446 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, em 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

RIPE // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS