Covid-19: Timor-Leste regista mais uma morte e 361 novos casos

Timor-Leste registou hoje mais uma morte de uma pessoa infetada com o SARS-CoV-2, a 52.ª desde o início da pandemia, e mais 361 novas infeções, a grande maioria das quais na capital, Díli, segundo dados oficiais.

Covid-19: Timor-Leste regista mais uma morte e 361 novos casos

Covid-19: Timor-Leste regista mais uma morte e 361 novos casos

Timor-Leste registou hoje mais uma morte de uma pessoa infetada com o SARS-CoV-2, a 52.ª desde o início da pandemia, e mais 361 novas infeções, a grande maioria das quais na capital, Díli, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC), a nova vítima é uma mulher de 55 anos, não vacinada — nenhuma das 52 vítimas mortais registadas estava vacinada — a quem foi diagnosticado síndrome de insuficiência respiratória aguda no dia 23 de agosto.

A mulher, como história de tuberculose, morreu hoje de manhã no centro de isolamento de Vera Cruz.

Com esta morte, sobe para 26 o total de óbitos registados só no mês de agosto, metade do total registado em toda a pandemia.

A nível nacional, as autoridades registaram mais 361 casos, o segundo total diário mais elevado desde o início da pandemia (depois dos mais de 500 registados na terça-feira), com 270 em Díli, 28 em Baucau, 12 em Bobonaro e casos em todos os outros municípios do país, à exceção de Aileu.

Nas últimas 24 horas, em que se realizaram 1.267 testes em todo o país, as autoridades registaram mais 124 casos recuperados, sendo que o total de ativos a nível nacional é de 4.052, novo máximo.

O total de casos acumulados desde o início da pandemia é agora de 15.296.

Dos casos positivos realizados, 38% tinham sintomas da covid-19, com 18% dos positivos a serem entre menos de 20 anos.

A taxa de incidência a nível nacional durante os últimos sete dias continua a subir, atingindo os 23,2 casos por 100 mil habitantes, o valor mais elevado de sempre, atingindo os 55,8 por 100 mil habitantes em Díli.

A capital tem agora 2.222 casos ativos, Ermera 741, Covalima 334 e Baucau 220, com casos ativos em todos os municípios do país e na Região Administrativa Especial de Oecusse-Ambeno (RAEOA).

O número de hospitalizações continua a aumentar, com 71 pessoas nos centros de isolamento de Vera Cruz e Lahane, onde estão os casos graves e moderados.

O CIGC nota que há atualmente 23 pessoas em estado grave, cinco com ventiladores, duas com CPAP (máquina de pressão positiva contínua na via aérea) e 16 com oxigénio, com 15 pessoas em estado moderado.

Na semana entre 16 e 22 de agosto, 76% dos casos hospitalizados não tinham recebido qualquer dose da vacina e só 20% tinham a vacinação completa.

Recorde-se que em resposta ao aumento do número de casos em agosto, causados pela variante Delta, o Governo timorense decidiu hoje aplicar um confinamento obrigatório a toda a população de Díli durante sete dias a partir de sexta-feira.

O Governo disse que se “impõe o confinamento domiciliário geral da população do município de Díli, entre as 00:00 do dia 27 de agosto [16:00 em Lisboa de quinta-feira] e as 23:59 [15:59 em Lisboa] do dia 02 de setembro de 2021”, de acordo com um comunicado.

Durante a reunião e depois de ouvir uma apresentação da situação epidemiológica pelo CIGC, o Governo determinou ainda as medidas a aplicar durante o próximo estado de emergência, em vigor até 29 de setembro.

A partir de 31 de agosto, ficam proibidas todas as atividades que impliquem a aglomeração de pessoas, em todo o país.

Até 13 de setembro, mantém-se a imposição de cercas sanitárias em Díli e Ermera, além de duas novas cercas sanitárias em Covalima e Baucau, entre quinta-feira e 08 de setembro.

Continuam em vigor cercas sanitárias “nas áreas abrangidas pelo suco Naimeco, no posto administrativo de Pante Macassar, e pelo suco Bobometo, no posto administrativo de Oesilo, ambos na Região Administrativa Especial de Oe-Cusse Ambeno até às 23:59 [15:59 em Lisboa] do dia 08 de setembro”.

Continua a vigorar o confinamento domiciliário da população dos postos administrativos de Ermera e Railaco, do município de Ermera, até às 23:59 até à próxima quarta-feira.

A covid-19 provocou pelo menos 4.439.888 mortes em todo o mundo, entre mais de 212,4 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

 

ASP // VM 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS