Covid-19: Timor-Leste regista mais um morto e 278 novas infeções

Timor-Leste registou hoje mais uma morte associada à covid-19, elevando o total para 41, e teve um dos maiores aumentos do número de casos num só dia, havendo mais 278 novas infeções no país.

Covid-19: Timor-Leste regista mais um morto e 278 novas infeções

Covid-19: Timor-Leste regista mais um morto e 278 novas infeções

Timor-Leste registou hoje mais uma morte associada à covid-19, elevando o total para 41, e teve um dos maiores aumentos do número de casos num só dia, havendo mais 278 novas infeções no país.

De acordo com a atualização do Centro Integrado de Gestão de Crises, o óbito hoje anunciado é de um homem de 47 anos que tinha sido transferido de Ermera para Díli a 5 de agosto, tendo falecido por choque sético e falência de órgãos depois de estar em ventilação assistida.

Nas últimas 24 horas, o CIGC dá conta de um forte aumento no número de infeções (278), com destaque para 185 em Díli e 41 em Manufahi.

Houve 55 recuperações e contabilizam-se 2.729 casos ativos, dos quais quase metade em Díli, o que eleva o total acumulado de casos desde o início da pandemia para 14.433.

A taxa de incidência subiu para 14,9 por 100 mil habitantes e o número de pessoas hospitalizadas também aumentou, para 60, 17 das quais estão em estado grave.

“Registámos um aumento significativo de casos nos últimos sete dias, bem como o aumento de casos positivos com sintomas e ainda de hospitalizações, o que sugere a grande possibilidade de a variante Delta estar a circular em vários municípios”, lê-se na nota de hoje do CIGC.

De acordo com uma fonte do Ministério da Saúde, há vários profissionais de saúde infetados, quer no setor público, quer no privado.

Hoje mesmo, a principal clínica internacional em Síli, a Stamford Medical, informou na sua página do Facebook o fecho de consultas não urgentes devido à deteção “de um número de casos positivos entre os membros da equipa”, que estão agora em isolamento.

A covid-19 provocou pelo menos 4.381.911 mortes em todo o mundo, entre mais de 208,5 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

MBA/ASP // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS