Covid-19: Timor-Leste regista 172 novos casos nas últimas 24 horas

Timor-Leste registou nas últimas 24 horas um total de 172 novas infeções de SARS-CoV-2, com vários profissionais de saúde do hospital de referência de Maliana infetados, anunciou o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Covid-19: Timor-Leste regista 172 novos casos nas últimas 24 horas

Covid-19: Timor-Leste regista 172 novos casos nas últimas 24 horas

Timor-Leste registou nas últimas 24 horas um total de 172 novas infeções de SARS-CoV-2, com vários profissionais de saúde do hospital de referência de Maliana infetados, anunciou o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Em comunicado o CIGC confirma que se registaram 155 casos em Díli, oito em Bobonaro, sete em Covalima e um cada em Aileu e Viqueque, dos quais 2,3% com sintomas da covid-19.

Rui Araújo, um dos coordenadores do CIGC, explicou que nos últimos três dias se realizaram 130 testes de rastreio no Hospital de Referência de Maliana, a sudeste da capital, Díli, tendo sido detetados 11 casos positivos (8,4%).

“O rastreio continua a decorrer no hospital. Hoje o serviço de consulta externa ficou suspenso temporariamente no hospital, mas os serviços de emergência, maternidade e internamento continuam a funcionar”, referiu.

Durante as últimas 24 horas registaram-se 95 casos confirmados pelo que o número de casos ativos subiu para um novo máximo, 2.469, com 5.287 acumulados.

O número de casos positivos em Díli correspondeu a cerca de 22,7% dos 683 testes realizados — número mais baixo devido ao feriado de quinta-feira — enquanto fora de Díli os positivos representaram 3,2% dos 533 testes.

A taxa de incidência é agora de 12,6/100 mil habitantes fora da capital e de 38,9/100 mil em Díli.

No centro de isolamento de Vera Cruz em Díli — que acolhe pacientes com sintomas moderados e graves — há agora 36 pessoas das quais quatro em estado grave: duas com ventilador e duas com oxigénio.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.419.488 mortos no mundo, resultantes de mais de 164,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China. 

ASP // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS