Covid-19: Sobem as grandes apostas em Macau, mas longe dos números habituais

As receitas das grandes apostas em Macau cifraram-se em 2,3 mil milhões de patacas (379 milhões de euros) no terceiro trimestre, uma subida acentuada em relação ao trimestre anterior, mas longe dos números registados ‘pré covid-19’.

Covid-19: Sobem as grandes apostas em Macau, mas longe dos números habituais

Covid-19: Sobem as grandes apostas em Macau, mas longe dos números habituais

As receitas das grandes apostas em Macau cifraram-se em 2,3 mil milhões de patacas (379 milhões de euros) no terceiro trimestre, uma subida acentuada em relação ao trimestre anterior, mas longe dos números registados ‘pré covid-19’.

O valor registado nas grandes apostas aumentou 800 milhões de patacas (131 milhões de euros) face ao segundo trimestre, demonstram os dados hoje divulgados pela Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos de Macau.

Um número ainda assim residual num território altamente afetado pela covid-19 devido ao impacto no turismo proveniente da China continental.

O total angariado pelos 41 casinos de Macau em apostas ‘VIP’, nos primeiros nove meses do ano, foi de 18,7 mil milhões de patacas (três mil milhões de euros).

Em 2019, o jogo ‘VIP’ rendeu 135,2 mil milhões de patacas (22,3 mil milhões de euros).

Macau registou o primeiro caso da covid-19 no território em 22 de janeiro e, desde então, a sua economia, altamente dependente do turismo, encontra-se praticamente paralisada, com as autoridades a procurarem a via do consumo interno para alavancar a economia, que no primeiro semestre ‘encolheu’ 58,2%, em comparação com o período homólogo de 2019.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e três mil mortos e mais de 38,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

MIM // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS