Covid-19: Seis casos detetados no serviço de cirurgia do Hospital de Gaia

O Hospital de Vila Nova de Gaia registou esta semana seis casos de infeção por covid-19 no serviço de cirurgia, situação que levou a testar profissionais e utentes, mas a situação “está controlada”, disse fonte daquela unidade de saúde.

Covid-19: Seis casos detetados no serviço de cirurgia do Hospital de Gaia

Covid-19: Seis casos detetados no serviço de cirurgia do Hospital de Gaia

O Hospital de Vila Nova de Gaia registou esta semana seis casos de infeção por covid-19 no serviço de cirurgia, situação que levou a testar profissionais e utentes, mas a situação “está controlada”, disse fonte daquela unidade de saúde.

“Não se trata de um surto e a situação está controlada. Os casos foram detetados no início da semana”, disse à agência Lusa fonte do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E).

A mesma fonte disse não ser possível precisar se os doentes que testaram positivo à covid-19 pertenciam ao plano de cirurgias programadas do hospital, nem quais as possíveis circunstâncias de infeção ou fonte de contágio.

“Os utentes com cirurgias programadas [são testados] 24 a 48 horas antes da intervenção e os doentes urgentes na admissão”, explicou.

Esta situação levou à transferência dos utentes que testaram positivo para uma enfermaria dedicada a pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

Originou ainda a desinfeção de enfermarias do serviço de cirurgia e a testagem de profissionais e restantes utentes do mesmo serviço.

Em resposta escrita enviada à agência Lusa, o Hospital de Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto, apontou que “todos os utentes e profissionais foram testados após estes casos terem sido detetados”.

“Não há até ao momento mais casos positivos”, lê-se na resposta que não precisa o número de testes realizados.

O CHVNG/E garante que “não houve necessidade de cancelamento de cirurgias”.

A agência Lusa contactou a Administração Regional de Saúde do Norte, mas até ao momento não obteve mais esclarecimentos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 984 mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.936 em Portugal.

 

PFT // ACG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS