Covid-19: Secretário da Saúde sofre atentado no Brasil durante a pandemia

O secretário da Saúde de Osasco, município localizado na região metropolitana da cidade brasileira de São Paulo, saiu ileso de um ataque na noite de quinta-feira, cuja motivação está a ser investigada, informaram hoje as autoridades locais de segurança.

Covid-19: Secretário da Saúde sofre atentado no Brasil durante a pandemia

Covid-19: Secretário da Saúde sofre atentado no Brasil durante a pandemia

O secretário da Saúde de Osasco, município localizado na região metropolitana da cidade brasileira de São Paulo, saiu ileso de um ataque na noite de quinta-feira, cuja motivação está a ser investigada, informaram hoje as autoridades locais de segurança.

Fernando Machado de Oliveira estava numa avenida em São Paulo, ao volante em direção a sua casa quando o seu veículo foi atingido por vários tiros disparados de outro carro.

O secretário do município conduzia uma viatura blindada, uma das balas perfurou a proteção do veículo, mas Machado de Oliveira não ficou ferido.

Após o incidente, o prefeito da câmara de Osasco, Rogério Lins, afirmou em declarações à TV Globo que Oliveira havia recebido ameaças pela plataforma digital WhatsApp.

Lins também mencionou que não sabe se o ataque está relacionado com a suspensão de um contrato da prefeitura com uma organização social que administra centros médicos voltados para o atendimento de pacientes com covid-19.

“É um caso muito sério que precisa ser investigado”, afirmou o prefeito.

“Em Osasco existem muitas câmaras de monitoramento inteligentes conectadas a uma central e esperamos contribuir com a investigação “, acrescentou.

A Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo informou que o caso foi registado como uma tentativa de assassinato e ameaça contra o secretário da Saúde, que assumiu o cargo em abril do ano passado.

O Brasil é o segundo país com mais infeções pelo novo coronavírus, com 614.941 casos confirmados e 34.021 mortes.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 387 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,8 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

CYR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS