Covid-19: São Tomé e Príncipe regista dois novos casos após quatro dias sem positivos

São Tomé e Príncipe registou hoje dois novos casos positivos de covid-19, elevando o total para 887, após quatro dias sem qualquer infeção detetada no país, anunciou a porta-voz do Ministério da Saúde.

Covid-19: São Tomé e Príncipe regista dois novos casos após quatro dias sem positivos

Covid-19: São Tomé e Príncipe regista dois novos casos após quatro dias sem positivos

São Tomé e Príncipe registou hoje dois novos casos positivos de covid-19, elevando o total para 887, após quatro dias sem qualquer infeção detetada no país, anunciou a porta-voz do Ministério da Saúde.

De acordo com Isabel dos Santos, com estes dois novos casos, registados em 53 testes realizados nas últimas 24 horas, eleva-se para 887 o número de pacientes com infeções de covid-19 registados no país.

A porta-voz do Ministério da Saúde referiu ainda que os dois pacientes que estavam internados no hospital de campanha “receberam alta médica”, havendo um total de 829 doentes recuperados.

Em isolamento domiciliar encontram-se 43 cidadãos e os óbitos mantêm-se em 15, desde que a covid-19 foi declarada no país há cerca de seis meses.

A realização dos testes massivos que foram anunciados pelo Governo para se iniciar no dia 17, na Região Autónoma do Príncipe, foi adiada, estando a aguardar-se a chegada ao país de alguns materiais encomendados pelo escritório da Organização Mundial da Saúde (OMS), na capital são-tomense.

Em África, há 26.289 mortos confirmados em mais de 1,1 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e a Guiné Equatorial em número de casos. Angola regista 90 mortos e 1.966 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 4.821 casos), Cabo Verde (36 mortos e 3.321 casos), Guiné-Bissau (33 mortos e 2.149 casos), Moçambique (19 mortos e 3.045 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 887 casos).

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de infetados e de mortos (mais de 3,4 milhões de casos e 109.888 óbitos), depois dos Estados Unidos.

MYB // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS