Covid-19: Santuário de Fátima prevê despedir até 50 trabalhadores

O Santuário de Fátima tem em curso um plano de reestruturação que prevê o despedimento de até 50 trabalhadores devido à queda abrupta nas receitas causadas pela epidemia de covid-19.

Covid-19: Santuário de Fátima prevê despedir até 50 trabalhadores

Covid-19: Santuário de Fátima prevê despedir até 50 trabalhadores

O Santuário de Fátima tem em curso um plano de reestruturação que prevê o despedimento de até 50 trabalhadores devido à queda abrupta nas receitas causadas pela epidemia de covid-19.

O Santuário de Fátima tem em curso um plano de reestruturação que prevê o despedimento de até 50 trabalhadores devido à queda abrupta nas receitas causadas pela epidemia de covid-19, disse a porta-voz do espaço.

Em declarações à Lusa, Carmo Rodeia adiantou que o Santuário de Fátima iniciou um plano de restruturação interna que visa a redução de postos fixos devido à queda abrupta do número de peregrinos, sobretudo estrangeiros, devido à covid-19.

“Informou-se os trabalhadores da situação e deu-se a possibilidade de refletirem sobre a sua situação contratual de forma voluntária. Por isso é prematuro estarmos a falar em números concretos para a redução de postos, mas no final do processo estamos em crer que não chegará à meia centena”, disse, adiantando que o Santuário tem atualmente 308 colaboradores.

Carmo Candeia explicou que a pandemia causou inúmeros constrangimentos na vida das pessoas e uma crise económica em todos os setores e o turismo não foi exceção, especialmente o turismo religioso, com um impacto muito significativo no fluxo de trabalho e na gestão económico-financeira do Santuário.

 

 

LEIA MAIS Bebé morto em varanda. PJ encontrou vestígios de parto sem assistência no interior do prédio

Impala Instagram


RELACIONADOS