Covid-19: Rússia regista recorde diário com 1.163 mortes pela doença

A Rússia registou 1.163 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, um novo máximo diário desde o início da pandemia, e 39.849 novas infeções foram diagnosticadas, informaram hoje as autoridades de saúde do país.

Covid-19: Rússia regista recorde diário com 1.163 mortes pela doença

Covid-19: Rússia regista recorde diário com 1.163 mortes pela doença

A Rússia registou 1.163 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, um novo máximo diário desde o início da pandemia, e 39.849 novas infeções foram diagnosticadas, informaram hoje as autoridades de saúde do país.

Pelo quarto dia consecutivo, a Rússia renovou o recorde de mortes diárias, que há onze dias ultrapassam mil óbitos. Do total de novos casos, 3.442 (8,6%) são pacientes assintomáticos.

Moscovo registou o maior número de mortes no último dia, 93, o novo máximo diário na cidade, seguida por São Petersburgo (76) e a região de Krasnodar (42).

A capital russa somou às suas estatísticas o maior número de infeções registadas nas últimas 24 horas (7.511), à frente da região de Moscovo (2.556) e São Petersburgo (2.452).

Desde o início da pandemia, 236.220 pessoas morreram devido ao novo coronavírus na Rússia, embora os dados oficiais sobre o excesso de mortes no mesmo período devem triplicar esse número.

A Rússia acumula um total de 8.432.546 casos de covid-19 desde o início da pandemia.

Perante o agravamento da situação epidémica, as autoridades russas decretaram uma semana de férias remuneradas de 30 de outubro a 7 de novembro, que pode ser antecipada ou prorrogada por decisão das autoridades dos Estados federados.

Segundo dados oficiais, na Rússia 50,9 milhões de pessoas receberam as duas doses da vacina contra a covid-19 e 5,8 milhões receberam apenas dose de uma das vacinas fabricadas no país.

A Rússia é o quinto país do mundo com mais casos de covid-19, atrás dos Estados Unidos, Índia, Brasil e Reino Unido.

CSR // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS