Covid-19: Rússia regista novo recorde diário com mais de 16.000 casos

A Rússia registou nas últimas 24 horas 16.319 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, um novo recorde de contágios diários desde o início da pandemia, informaram hoje as autoridades de saúde do país.

Covid-19: Rússia regista novo recorde diário com mais de 16.000 casos

Covid-19: Rússia regista novo recorde diário com mais de 16.000 casos

A Rússia registou nas últimas 24 horas 16.319 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, um novo recorde de contágios diários desde o início da pandemia, informaram hoje as autoridades de saúde do país.

No mesmo período ocorreram 269 mortes, o que eleva para 24.635 o número de vítimas mortais causadas pela covid-19 na Rússia, segundo as estatísticas oficiais.

O principal foco de infeções no país desde o início da pandemia é Moscovo, que contabilizou 4.999 casos e 49 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas.

Para conter a expansão do vírus, a autarquia da capital ordenou o regime de teletrabalho para pelo menos 30% dos trabalhadores das empresas e organizações nos casos em que não afete gravemente o seu funcionamento.

Recomendou ainda aos maiores de 65 anos e doentes crónicos que fiquem em casa.

O presidente da Câmara, Serguei Sobianin, descartou totalmente a adoção de medidas drásticas, como o recolher obrigatório ou o confinamento, e assegurou que o sistema de saúde da cidade está preparado para o segundo embate da pandemia.

Com um total de 1.431.625 casos, a Rússia é atualmente o quarto país do mundo, após os Estados Unidos, a Índia e o Brasil, com mais casos de infeção pelo SARS-CoV-2.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.198 pessoas dos 101.860 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

FPA // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS