Covid-19: Restaurantes angolanos podem reabrir a partir de terça-feira para almoços

Os restaurantes em Angola podem reabrir portas em 26 de maio, entre segunda-feira e sábado, até ao período do almoço, e só a partir de 08 de junho diariamente até às 22:30.

Covid-19: Restaurantes angolanos podem reabrir a partir de terça-feira para almoços

Covid-19: Restaurantes angolanos podem reabrir a partir de terça-feira para almoços

Os restaurantes em Angola podem reabrir portas em 26 de maio, entre segunda-feira e sábado, até ao período do almoço, e só a partir de 08 de junho diariamente até às 22:30.

O Governo angolano aprovou hoje a declaração do estado de calamidade pública, com novas regras de funcionamento dos serviços públicos e privados para prevenção da covid-19, e os restaurantes podem funcionar entre as 06:00 e as 15:00 até 08 de junho, dia em que passam a poder estar abertos até às 22:30.

As medidas vão começar a vigorar logo após o terceiro período de estado de emergência que termina hoje às 23:59, depois de ter sido declarado pela primeira vez em 20 de março, preparando um “processo gradual de regresso à normalidade da vida social”.

Segundo o diploma, a que a Lusa teve acesso, os restaurantes terão de assegurar o distanciamento físico recomendado (dois metros) entre as pessoas nas instalações e terão limitação de pessoas em simultâneo no espaço do restaurante ou similar até ao limite de 50% da capacidade máxima, sendo obrigatório a afixação de placa com a capacidade do espaço em local visível ao público. 

As mesas terão limite de quatro pessoas privilegiando-se o agendamento prévio para reserva de lugares por parte dos clientes e o ‘take away’, bem como a utilização de espaços destinados aos clientes em áreas exteriores como as esplanadas (sempre que possível), ficando proibido por enquanto o serviço de ‘self-service’.

Os estabelecimentos terão de garantir que as instalações sanitárias dos clientes e dos colaboradores possibilitam a lavagem das mãos com água e desinfetantes e deverão substituir as ementas individuais por ementas que não necessitem de ser manipuladas pelos clientes (por exemplo, quadros ou digitais).

No caso da hotelaria, está previsto que a partir de 26 de maio seja obrigatório o controlo de temperatura à entrada dos estabelecimentos, bem como o uso de máscara no acesso e nas zonas de concentração de pessoas.

As regras preveem igualmente “higienização rigorosa das superfícies e áreas comuns, incluindo dos restaurantes e bares internos, bem como higienização na entrada e em todas as áreas onde seja suscetível de se verificar concentração de pessoas”.

É também obrigatória a desinfeção rigorosa dos quartos entre a desocupação e a ocupação subsequente, bem como a comunicação às autoridades sanitárias sobre doentes ou suspeitos da doença, devendo isolar o suspeito até à chegada das autoridades.

Estabelecimentos de diversão noturna e salas de jogo permanecem encerrados e serão alvo de regulamentação própria.

Angola contabiliza um total de 70 casos positivos de covid-19, quatro óbitos, 18 recuperados e 48 casos ativos.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou quase 345 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,1 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RCR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS