Covid-19: Reino Unido registou 1.401 mortes mas infeções desaceleraram

Reino Unido registou 1.401 mortes e 40.261 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, divulgou o Governo. Números indicam desaceleração da pandemia.

Covid-19: Reino Unido registou 1.401 mortes mas infeções desaceleraram

Covid-19: Reino Unido registou 1.401 mortes mas infeções desaceleraram

Reino Unido registou 1.401 mortes e 40.261 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, divulgou o Governo. Números indicam desaceleração da pandemia.

Reino Unido registou 1.401 mortes e 40.261 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, divulgou o Governo. Números indicam desaceleração da pandemia, apesar de o número de mortes de hoje ter sido superior às 1.290 mortes notificadas na véspera.

Entre 16 e 22 de janeiro de 2021, foram registadas 8.686 mortes, o que equivale a uma média diária de 1.241 e a um aumento de 16.4% em relação aos sete dias anteriores.

O número de novos casos reportados hoje, 40.261, também foi superior ao de quinta-feira 37.892, mas inferior à média diária de 38.270 registada entre 16 e 22 de janeiro de 2021, período em que 267.892 receberam um resultado de teste positivo, uma redução de 25,3% em relação aos sete dias anteriores.

Na quarta-feira estavam hospitalizadas 38.562 pessoas com SARS-CoV-2, dia com os dados mais recentes disponíveis, das quais 3.953 com assistência de ventilador, mas começa a ser regista uma descida.

Entre 12 e 18 de janeiro, foram hospitalizadas 28.128 pessoas com coronavírus, uma redução de 3.2% em relação aos sete dias anteriores.

Um estudo sobre a prevalência do vírus no país publicado pelo instituto de estatísticas britânico (ONS, na sigla em inglês) sugere que a variante inglesa, considerada mais contagiosa, espalhou-se pelo resto do Reino Unido, com grandes aumentos de casos na Escócia, País de gales e Irlanda do Norte, mas está em declínio em Londres e em outras partes do sul de Inglaterra.

De acordo com a atualização feita hoje pelo Governo, o índice de transmissibilidade efetivo (Rt) no Reino Unido desceu para entre 0.8 e 1.

O primeiro-ministro, Boris Johnson, tem evitado avançar com um calendário para o alívio das restrições, mas alguns cientistas acreditam que tenham de ficar em vigor até pelo menos abril ou maio.

O Reino Unido adiantou hoje que 5.383.103 pessoas já receberam a primeira dose da vacina e 466.796 pessoas a segunda dose.

LEIA MAIS
Covid-19: Açores com 40 novos casos e 50 recuperações nas últimas 24 horas

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS