Covid-19: Reino Unido baixou valor diário para 1.290 mortes

O Reino Unido registou 1.290 mortes de covid-19 nas últimas 24 horas, menos 500 do que o máximo verificado na véspera, divulgou hoje o Governo britânico.

Covid-19: Reino Unido baixou valor diário para 1.290 mortes

Covid-19: Reino Unido baixou valor diário para 1.290 mortes

O Reino Unido registou 1.290 mortes de covid-19 nas últimas 24 horas, menos 500 do que o máximo verificado na véspera, divulgou hoje o Governo britânico.

Na quarta-feira tinham sido registadas 1.820 mortes e 38.905 novos casos, mas hoje foram contabilizados 37.892 casos, confirmando a tendência de descida.  

Entre 15 de janeiro de 2021 e 21 de janeiro de 2021, um total de 283.392 pessoas tiveram um resultado de teste positivo, o que mostra uma redução de 23,6% em relação aos sete dias anteriores.

No mesmo período, foram contabilizadas 8.565 mortes, um aumento de 14,1% comparando com os sete dias anteriores.

Os últimos dados, de terça-feira, dão conta de uma pequena descida do número de hospitalizados para 38.676 pacientes, mas o número continua a ser elevado, o que está a causar pressão no serviço de saúde público.

Só no domingo foram internadas 3.709 pessoas com o novo coronavírus.

Entre 11 de janeiro de 2021 e 17 de janeiro de 2021, foram admitidas 28.362 infetados nos hospitais britânicos, menos 1,1% do que nos sete dias anteriores.

O Reino Unido revelou também hoje que já administrou mais de cinco milhões de doses da vacina covid-19 desde que iniciou sua campanha de imunização no início de dezembro.

De acordo com os últimos dados oficiais, publicados hoje, o total de pessoas vacinadas no Reino Unido com a primeira dose chega a 4.973.248 milhões, enquanto 464.036 já receberam uma segunda dose.

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, garantiu hoje na Câmara dos Comuns que o país está a administrar 200 doses por minuto, o que permitiu vacinar até hoje dois terços dos residentes em centros para idosos.

“Dose a dose, estamos a proteger os vulneráveis e a aproximamo-nos do objetivo de derrotar o vírus”, afirmou o primeiro-ministro, Boris Johnson, numa mensagem na rede social Twitter.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.075.698 mortos resultantes de mais de 96,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.686 pessoas dos 595.149 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

BM // EL

Lusa/fim 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS