Covid-19: Recolher obrigatório na Madeira prorrogado até 22 de março

O Governo da Madeira prorrogou até 22 de março o recolher obrigatório às 19:00 nos dias úteis e às 18:00 ao fim de semana, anunciou hoje o executivo regional.

Covid-19: Recolher obrigatório na Madeira prorrogado até 22 de março

Covid-19: Recolher obrigatório na Madeira prorrogado até 22 de março

O Governo da Madeira prorrogou até 22 de março o recolher obrigatório às 19:00 nos dias úteis e às 18:00 ao fim de semana, anunciou hoje o executivo regional.

Além da proibição de circulação na via pública entre as 19:00 e as 05:00 do dia seguinte durante a semana e entre as 18:00 e as 05:00 do dia seguinte ao fim de semana, o Conselho do Governo Regional da Madeira prorrogou ainda até 22 de março todas as outras medidas de controlo sanitário da pandemia de covid-19 em vigor.

Assim, as atividades comerciais, industriais e de serviços, tal como a restauração, têm de encerrar durante a semana às 18:00 e aos fins de semana às 17:00.

Foi igualmente prorrogada a medida que determina que o horário de entrega de refeições ao domicilio mantém-se até às 22:00 horas, todos os dias da semana.

Na segunda-feira, o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, já tinha anunciado o prolongamento das medidas de contenção na pandemia de covid-19 até dia 15, salientando que o alívio das restrições está dependente da evolução pandémica no arquipélago.

Na altura, Miguel Albuquerque referiu que o Governo Regional agirá e tomará sempre as medidas em consonância com a evolução da doença no arquipélago e com as orientações das autoridades de saúde.

Segundo a Direção Regional da Saúde, desde o início da pandemia e até quarta-feira, a Madeira registou 7.719 casos de covid-19, tendo 6.904 pessoas já recuperado da doença.

Ainda segundo a autoridades regional de saúde, desde março de 2020 foram reportados 67 óbitos associados à covid-19.

Na quarta-feira, a região registava 748 casos ativos de infeção.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.621.295 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.635 pessoas dos 812.575 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

EC/VAM // VAM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS